Em menos de dez dias deste mês, o sinal vermelho começou a acender para a gestão do governo de Flávio Dino. Foram escândalos sucessivos. E hoje a reação da ampla maioria da classe médica que se recusa a fazer parte de um movimento de solidariedade ao secretário de Saúde, Carlos Lula, que teve negado por duas vezes Habeas Corpus junto ao STJ e pode ser preso pela Polícia Federal.
Na metade da semana passada, o médico Mariano de Castro recorreu ao suicídio e duas cartas supostamente feitas por ele revelam como funcionava todo o esquema de desvio de dinheiro público na Saúde, antes investigado pela Polícia Federal. As missivas perturbam o sono do governo.
O secretário de Saúde, que é investigado pela PF desde o ano passado, entrou e teve dois pedidos de HC negados. A Crise moral, então, se instalou no governo comunista. Aliados do governador tiveram a triste ideia de fazer um ato em solidariedade ao secretário, na sede do Conselho Regional de Medicina.
E ainda chegaram a espalhar cartazes convocando os médicos. Nas redes sociais, os médicos  reagiram. Alguns concordaram para aproveitar o momento e cobrar do secretário salários atrasados e melhores condições de trabalho. Nos hospitais públicos faltam até medicamentos básicos.
Por fim, ficou decidido que os médicos farão um protesto no mesmo dia, segunda-feira, a partir das 18h, e no mesmo lugar. Os “amigos de Lula” farão o movimento de solidariedade com a presença de cargos em comissão e de partidos políticos aliados do governador.
Nos dias 19 e 20 deste, outro escândalo. Surgiu uma circular a partir do Batalhão de Barra do Corda anotando todos os dados de políticos que fazem oposição ao governo comunista para evitar que eles atrapalhem o processo eleitoral e a eleição do governador. O escândalo ganhou a atenção da imprensa nacional. O sistema de segurança desmentiu e Flávio Dino perdeu várias horas fazendo a mesma negativa nas redes sociais.
Dia 21 de Abril, nesta data comemora-se o Dia do Policial Civil. Aqui no Maranhão o PC não tem o que comemorar e ainda classifica como “O pior governador de todos nós”; confira abaixo os out dors espalhados nas ruas:
Hoje, o governador foi inaugurar obras em Alto Alegre do Maranhão. Com a presença do prefeito e secretários, não reuniu uma dúzia de pessoas durante a visita. É o começo do fim de um governo que se elegeu prometendo mudanças e vem se revelando pior que os anteriores, que eram péssimos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.