Não foi por falta de aviso dado pelo blog das provocações e ataques baixos que a ex-governadora Roseana Sarney (MDB) sofreria durante sua caravana em 30 cidades maranhenses (reveja aqui). Ontem, em Imperatriz, a pré-candidata pediu o apoio do povo e explicou a razão: “eles jogam baixo”.

Disputar contra uma máquina estadual, que tem o apoio de mais de 150 outras máquinas municipais, não é fácil, principalmente quando seu adversário tem o controle da polícia e até de outros poderes.

Pior mesmo é jogar contra os comunistas que estão no poder. Eles usam, abusam e cometem até atrocidades para se manter os donos da situação.

Durante  a caravana pelas cidades, Roseana tem sido bem recepcionada com sua comitiva, considerando que não é comício, mas sim encontro com lideranças. Ainda assim, sofre todo tipo de perseguição de gente infiltrada, além das distorções dos fatos.

É a “militância” comunista justificando seus contratos. São centenas de pessoas ganhando para dificultar a vida do inimigo, numa verdadeira batalha que inclui nerds, jornalistas, radialistas, blogueiros e ativistas na capital e no interior, sem falar nos bombados seguranças.

E olha que a guerra propriamente dita ainda não começou. Por isso, todo cuidado é pouco!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.