O senador Lobão investiu pesado no segmento dos evangélicos, notadamente na seara das Assembleias de Deus, reduto da deputada federal Eliziane Gama, que agora quer disputar uma vaga ao Senado Federal. Um investimento alto que pode não trazer o retorno desejado, assim como Gama também sabe da infidelidade das igrejas aos irmãos candidatos.

senador licenciado Lobão e Pastor Bel, no exercício do cargo de senador

Ocorre que o rebanho da AD, na sua ampla maioria, não segue as orientações dos pastores. Se fosse o contrário, teríamos no mínimo três deputados federais e seis estaduais eleitos pelas igrejas, fato que nunca ocorreu. É um voto infiel.

Ainda assim, Lobão decidiu presentear o Pastor Bel, seu segundo suplente no Senado, com um mandato temporário de cinco meses e a promessa de elegê-lo deputado estadual. Aí ninguém sabe quem terá maior prejuízo.

Lobão espera que as igrejas garantam ao menos 40% dos votos do rebanho que insiste ser desgarrado. Sarney Filho também belisca um pedaço do bolo santo e Weverton Rocha vai garantindo sua cota.

Na igreja católica Lobão não tem penetração junto aos líderes que o consideram homem de direita e reacionário. Pelo andar da carruagem, deve ficar em quarto lugar na disputa. Anotem!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.