Mais uma revelação bombástica que envolve nomes de figurões do Maranhão na suposta proteção aos participantes de contrabandos desbaratados pela polícia, que resultou na prisão de um major, sargento e um soldado da PM-MA. O ex vice-prefeito de São Mateus, Rogério Sousa Garcês, em conversa telefônica com outro interlocutor, descoberta pela polícia, cita o envolvimento de dois deputados e um secretário de Estado que estariam usando de influência para ajudá-lo.

O áudio foi ao ar hoje durante o programa Acorda Maranhão, na Mirante AM, apresentado pelo jornalista e vereador Marcial Lima, em que Garcês, que encontra-se preso, diz que estaria mantendo diálogos com dois deputados e um secretário para resolver sua situação.

A polícia que conseguiu a interceptação não revelou quem é o interlocutor e muito menos os deputados e o secretário. O interlocutor, ao que parece, seria amigo das autoridades e já teria conversado com elas.

Na conversa o ex-vice de São Mateus é orientado a aguardar que tudo voltará ao normal. Até agora, ele é tido como o principal suspeito de ser o líder do crime de contrabando que trazia mercadorias do Suriname para um porto clandestino no Quebra Porte, zona rural de São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.