Com a intervenção na Segurança do Rio de Janeiro e da forma como o interventor general do Exército Walter Souza Braga Neto vem mapeando e controlando os pontos de entrada e impedindo a circulação de drogas, o jeito é capar o gato e fugir para o Nordeste, se refugiar nas capitais menores, como São Luís e Teresina. Os militares aguardar apenas a aprovação da intervenção para colocar em prática as operações nas ruas, praças, becos e avenidas. 

Os chefões do tráfico sabem que com o Exército guerra é guerra sem trégua, sem medo, e o armamento é poderoso. O operação estão sendo feita na terra, nos mares e ares do Rio de Janeiro.

Então, aos bandidos resta como opção a saída cidades nordestinas, a exemplo do que fizeram em outras épocas de ocupações. Resta, portanto, ao Sistema de Segurança do Maranhão se precaver para evitar danos piores.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.