O PRP protocolou ontem na Procuradoria Regional Eleitoral denuncias contra o governador Flávio Dino e secretários que serão candidatos nesta eleição de 2018 por abuso de poder econômico e outras práticas nada republicanas no exercício do cargo. O partido tomou por base denúncias feitas por deputados aliados do próprio governo.

Como é sabido em todo o Maranhão, governador e secretários estão em plena campanha no período vedado e usando a m´paquina pública em benefício próprio.

Os denunciados são Flávio Dino (governador), Marcio Honaiser (secretário de Agricultura) Adelmo Doares (secretário de Agricultura Familiar), Márcio Jerry (secretário de Comunicação e Assuntos políticos), Marcelo Tavares (chefe da Casa Civil) e Neto Evangelista (secretário de Desenvolvimento Social).

Veja abaixo a argumentação do PRP para pedir a inelegibilidade:

“Requer-se, ainda, que seja apurada a prática de ABUSO DE PODER ECONÔMICO por parte dos secretários de estado envolvidos na denúncia feita pelos deputados estaduais, bem como do próprio governador FLÁVIO DINO, a partir do quê, em se verificando tal conduta, bem como a confirmação da candidatura dos mesmos a cargos políticos nas eleições de 2018, sejam adotadas as medidas legais cabíveis à espécie, com vistas a torná-los inelegíveis pela prática de conduta vedada pela legislação eleitoral”, completa a peça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.