Um grupo de deputados estaduais da base governista vem incentivando o colega Eduardo Braide a disputar o cargo de governador agora em 2018. Alguns argumentam as dificuldades que terão para apoiar Roseana Sarney e o próprio Flávio Dino. Roseana por causa do estilo que não agrada se for eleita e Dino pelas promessas não cumpridas, além das perseguições impostas.

A euforia aumentou depois que Braide passou resultados de pesquisas feitas para consumo interno dos dois principais candidatos à sucessão estadual. Ele lidera em São Luís com folga e já aparece bem colocado em outras grandes cidades maranhenses. O blog não tomou conhecimento dos números e mesmo assim não poderia divulgá-los pela ausência de registro junto ao TRE.

Os deputados governistas começaram a sentir que Braide se destaca cada vez mais como a terceira via e que esse posicionamento pode surpreender como o segundo colocado no primeiro turno. Conhecedores da política maranhense, os parlamentares acham que a eleição terá dois turnos.

O deputado passou o carnaval andando pelos municípios e sentiu em todos ótima receptividade, sendo recebido com entusiasmo por prefeitos, a exemplo de Caxias.

Por essa razão, Eduardo Braide iniciou a semana em articulações para a montagem de um arco de alianças que lhe possibilite tempo de TV e candidatos para a chapa majoritária.

Os parlamentares, que vivem agora no gabinete de Braide, citaram o exemplo de Flávio Dino que não tinha mandato e nem o apoio dos políticos quando saiu candidato em 2014 e se elegeu. Dino andou o Maranhão inteiro pregando mudanças e se tornou conhecido.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.