Um servidor do Sistema Penitenciário, e não delegado como foi publicado antes,  registrou hoje um Boletim de Ocorrência contra o deputado estadual Rogério Cafeteira  por agressão física e racismo. A vítima diz que tudo ocorreu por causa de estacionamento na saída da Escola Crescimento, no horário de 12h30, e que o parlamentar o chamou de preto sujo e ainda mandou tomar lá naquele lugar. Quem assistiu a briga garante que Cafeteira levou a pior (reveja).

Já Rogério Cafeteira confirmou mais cedo ao blog que houve sim a briga física entre os dois e que depois de encerrada a confusão o servidor público fui na direção do seu carro, quebrando o retrovisor e caindo de murros nele, aproveitando que ele estava dentro do carro. Cafeteira também registrou um BO contra seu desafeto.

Confira abaixo o relato do servidor público ao Blog do Luis Cardoso:

“Hoje, por volta de 12:10h, fui agredido física e verbalmente pelo deputado estadual Rogério Cafeteira por causa de uma vaga de estacionamento na porta da escola da minha filha. Estava eu a estacionar o veículo na rampa da escola, quando o deputado subiu de ré a rampa, não obedecendo a fila de carros formada na porta da escola. Estacionou o veículo de forma brusca, quase atropelando uma criança e deixando o seu automóvel obstruindo a passagem dos demais veículos. O mesmo adentrou na escola para pegar seu filho e alegou prioridade. Quando retornou para o seu veículo, vários pais o aguardavam, pois o mesmo impedia a passagem de todos. Apenas o agradeci pelo transtorno causado a todos e o mesmo já se dirigiu em direção ao meu veículo, dizendo: “Cala boca, seu preto! Vai tomar no cú!”. Em seguida, chutou a porta do meu veículo, abriu a porta e partiu para a agressão física”.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.