Carta Capital confirma caos em Pedrinhas e contratos de Dino com sócio de Jorginho

    Governador do Maranhão atropelou o próprio discurso de campanha e manteve contratos com um dos sócios do empresário Jorge Murad, marido de Roseana Sarney

    Do Atual 7

    Carta Capital sobre Pedrinhas: "Superlotação, maus-tratos, descaso... A rotina de sempre"“Superlotação, maus-tratos, descaso… A rotina de sempre” Quem se importa com Pedrinhas?

    Quem se importa com Pedrinhas?

    É com este título que a edição nº. 856 da revista Carta Capital, de 1º. de julho de 2015, publicou artigo que confirma a permanência do caos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís do Maranhão, já denunciado pelo Atual7 e pelo deputado estadual Wellington do Curso (PPS), no início da semana passada, e pelos padres Roberto Perez CordovaClaudio Bombieri, no sábado (27), após o governador Flávio Dino (PCdoB) perder o controle e bater boca em uma reunião do Comitê de Combate à Tortura no Palácio dos Leões, com um representante da Pastoral Carcerária do Maranhão que não concordou com o comunista em escamotear a realidade.

    Alvo de inspeção nos dias 9 e 10 de junho por parte das entidades peticionárias da denúncia do Estado brasileiro à Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) no fim de 2014, Pedrinhas continua a mesma no governo Dino, segundo os advogados Josiane Gamba, da Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDH), Luís Antonio Pedrosa, da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA, Rafael Custódio, da Conectas Direitos Humanos, e Sandra Carvalho, da Justiça Global, que assinam o artigo na Carta Capital – revista historicamente aliada a Flávio Dino e ao PCdoB, e por isso longe de qualquer acusação de “mensalinho”.

    “Barril de Pólvora. Desde a rebelião de 2013, a tensão permanece, apesar da troca de comando no governo estadual”, diz trecho da publicação. “A quase totalidade dos funcionários das unidades continua vinculada a empresas terceirizadas, que faturam milhões de reais com a desgraça humana”, continua.

    Ainda de acordo com a publicação, embora se diga adversário do clã Sarney, o governador do Maranhão mantém contratos com a empresa Atlântica, pertencente a um dos sócios do empresário Jorge Murad, marido da ex-governadora Roseana Sarney, atualmente sua principal adversária no campo político local.

    Na metade de março, o Atual7 já havia publicado que, só em um dos novos contratos com o governo Flávio Dino, o sócio de Jorginho – como é mais conhecido o marido de Roseana – vai embolsar o total de R$ 2.270.692,02 (dois milhões, duzentos e setenta mil, seiscentos e noventa e dois reais e dois centavos) para fornecer mão de obra para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, mesmo serviço que prestou ao governo anterior, quando Dino anda definia esse tipo de contratação como imoral e lesionaria aos cofres públicos.

    A publicação sobre a permanência do caos em Pedrinhas, que derruba ainda o silêncio ensurdecedor de representantes da CPI do Sistema Carcerário que visitaram o complexo penitenciário, pode ser lida e baixada na íntegra diretamente do site da SMDH.

    ESCLARECIMENTO

    “Informo que não tenho nenhum tipo de sociedade com o empresário Luiz Carlos Cantanhede Fernandes, da empresa Atlântica, como citado na referida matéria.”

    Jorge Murad

    Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

    Uma resposta para “Carta Capital confirma caos em Pedrinhas e contratos de Dino com sócio de Jorginho”

    1. Godinho disse:

      Poxxa governador não acredito no que estou lendo aqui nesse blog o sr ainda está deixando a famílias Sarney mamar nas tetas do governo lamentável não voto mas no sr

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.