Os representantes do atual governo em Rosário afirmam que o governador Flavio Dino cancelou a construção do hospital regional. Calvet filho, superintendente de articulação politica e Willame Anceles gestor da saúde, garantem que o hospital de 50 leitos não será construído em Rosário. Para insatisfação da população a obra está parada e, sem nenhum motivo aparente, ou justificativa razoável houve para os rosarienses.

Segundo informações, mais de R$ 4 milhões já foram gastos só em terraplanagem, dinheiro do BNDS, banco no qual financiou a construção. O valor da obra é R$ 18.440.349,36 (dezoito milhões quatrocentos e quarenta mil e trinta e seis centavos). O hospital iria atender toda população de Rosário e região, que melhoraria muito a saúde do município.

Infelizmente até o momento, Calvet Filho e Willane Anceles não se manifestaram para cobrar a retomada da obra, já que são articulador politico e gestor da saúde. Mas simplesmente demostram um grande prazer em informar que o Governado Flavio Dino não irá construir o hospital para população rosariense, pois bloqueou os recursos e mandou parar a obra.

O atual Gerente Regional da Saúde, o ex-vereador Willame Anceles que é um forte aliado do atual governo, deveria se manifestar a favor desta  importante obra, que sem duvida irá melhorá a saúde e beneficiar toda população de Rosário.

Da mesma o Superintendente Regional de Articulação política Calvet Filho, poderia unir forças com as autoridades politicas de Rosário e interceder junto ao Governador Flávio Dino em prol  dessa cidade que o ajudou a eleger.

A licitação para construção do hospital aconteceu dia 30 de Dezembro de 2013 e até o momento o projeto não saiu da terraplanagem. Virou moda agora em Rosário obras que se iniciam e não são concluídas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.