Não é correto afirmar que os crimes por encomendas voltaram a crescer no governo de Flávio Dino. Mas neste período de três meses e 20 dias eles estão pipocando em vários cantos do Maranhão e continuam agindo leves, livres e soltos.

O crime da pistolagem sofreu um recuo no governo de João Alberto, onde pistoleiros tiveram que deixar nosso território e os que aqui tentaram permanecer foram executados. Com a passagem da CPI do Crime Organizado, estando a segurança pública sob o comando do então secretário Raimundo Cutrim, prisões de deputados e mais uma inibição ao terror, no segundo governo de Roseana,

No último governo de Roseana Sarney a pistolagem voltou a meter a cara e o pânico. E agora no de Flávio Dino não esconde o medo e ceifa vidas em plena luz do dia.

A cidade de Codó ficou abalada com um crime cometido contra o jardineiro do maior empresário da cidade, Francisco Carlos Oliveira. O crime tem toda as caraterísticas de assassinato por encomenda, conforme mostram as imagens abaixo, em plena luz do dia.

A vítima, o jardineiro José Wilson Moraes da Silva, 46 anos, foi executado nesta segunda-feira quando chegava para trabalhar. As imagens são do sistema de monitoramento da residência do industrial e exibidas em primeira mão pelo Correio Codoense:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.