No Brasil não é novidade que os políticos se utilizam da máquina estatal para benefício próprio e de seus amigos ou aliados. No Maranhão, berço atual dos maiores escândalos de corrupção nacional não poderia ser bem diferente.

O caso mais recente é o do ex-secretário de Fazenda do Estado e candidato a deputado federal, o auditor fiscal Cláudio José Trinchão.

Não satisfeito com a posição crítica em que se encontra o Maranhão, Trinchão deu sua ‘contribuição’ nomeando dentro da própria secretaria que comandou durante 5 anos, dois filhos de sua empregada doméstica em cargos comissionados.

Leia mais Blog do Neto Ferreira.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.