Em São João Batista, o vereador Bezinho foi reeleito graças às pressões exercidas em cima dos membros do Sindicato dos Pescadores daquele município.

O político, que na verdade mora mesmo em Cajapió, fundou ali outro sindicato e elegeu sua esposa, a professora Dorinha também como vereadora.

Bezinho, há cinco anos, criou o Sindicato dos Pescadores de São João Batista com o apoio do superintendente do Ministério da Pesca no Maranhão, que é irmão do deputado federal Cleber Verde.

Verde e seu irmão superintendente foram investigados pela Polícia Federal em 2010 e indiciados como quadrilheiros. Mas como estamos no Brasil, nada aconteceu aos dois, pelo visto.

Na cidade de São João Batista, o comando do Sindicato pertence ao vereador Bezinho, que ainda colocou seu filho como tesoureiro. Ou seja, ficou tudo em casa.

Em Cajapió, a professora Dorinha leciona em dois municípios e ainda consegue tempo para ser vereadora. Lá, o irmão dela é o presidente do Sindicato. Mais uma vez, tudo em família.

O Sindicato de São João Batista tem cerca de 1.300 membros filiados e apresenta como pescadores efetivos apenas 800. Mas existem denúncias de que são pecadores de ilusões ou de aquários.

Tanto em Cajapió quanto em São João Batista, os “pescadores” recebem o seguro defeso (período da Piracema) em quatro parcelas de um salário mínimo cada, seguro acidente, seguro doença e gravidez. Neste último caso, o desembolso do Governo Federal é de R$ 2 mil para cada pecadora gestante, além de um salário mínimo a cada mês no período da gestação.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.