A polícia ainda não conseguiu localizar o empresário Alessandro Martins, que teve prisão decretada, hoje, pela juíza Oriana Gomes, atendendo pedidos dos promotores Augusto Cutrim (Ordem Tributária) e Lítia Cavalcanti (Defesa do Consumidor).

O presidente da Euromar é acusado de crimes como formação de quadrilha, estelionato, falsificação de documentos, infração no Código de Defesa do Consumidor, crime contra ordem econômica e crime contra relações de consumo.

O advogado de Alessandro Martins, Glaucio Costa, informou que já solicitou pedidos de habeas corpus para impedir a prisão do seu constituinte.

O blog obteve informações de que o habeas corpus será concedido nas próximas horas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.