Não tenho procuração para defender o publicitário Evilson Almeida, de quem, pessoalmente, nem amigo sou. Porém, difícil, no Maranhão, ser jornalista, publicitário, empresário ou político para não conhecê-lo. Ou não falar dele. Bem ou mal.

Como matéria postada no blog de Marcos Deça, com repercussão no jornal O Estado. O título do original é “Flávio Dino de namoro com Evilson Almeida”, e ao que tudo indica, o objetivo é expô-lo de forma pejorativa com o pré-candidato ao governo, Flávio Dino. Ou, ainda – quem sabe? – com Jackson Lago, Roseana e José Sarney.

Para todos eles, ao que eu saiba, Evilson já fez campanhas para cargos eletivos, além de Edison Lobão, Tadeu Palácio, entre outros no Amapá e no Ceará, todas elas vitoriosas.

O que me deixa de orelha em pé é o interesse em questão contra um maranhense que, passando por cima de todas as dificuldades da nossa região, construiu uma carreira que tem o respeito da maioria dos políticos da terrinha.

Que também soube romper barreiras geográficas e foi trabalhar e fazer campanhas em outras plagas.

Bom, se o intuito da matéria é mostrar que, por Evilson ter uma clientela eclética, ao ponto de transitar com o seu trabalho à direita e à esquerda, o que dizer de Duda Mendonça, contra quem o maranhense esteve no primeiro turno da campanha passada – o baiano tentando eleger João Castelo, e o maranhense se esforçando para levar a eleição para o segundo turno, o que de fato conseguiu?

De Castelo, em 2008, Duda vem de Roseana em 2010. Tudo natural. Só com Evilson não poderia, saindo de Jackson para aportar no barco de Flávio Dino?

O que deve ser indagado é: cometeu ele, ao longo dessa trajetória, algum tipo de desvio profissional e ético com os seus candidatos?

Ao que parece, não, já que mantém boas relações pessoais com todos eles. Afinal, marqueteiro político é um profissional como outro qualquer. De quem não se pode exigir filiação partidária.

No mais, fica claro que, no jogo da sucessão maranhense, Evilson Almeida parece ser a alternativa mais em conta. Até porque quem não pode pagar os 12 milhões que Duda Mendonça estaria cobrando a Roseana, vai ter que recorrer à solução caseira mais viável.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.