Depois que uma mulher veio a óbito em São Luís com gripe suína, a H1N1, a Secretaria de Estado da Saúde se apressou para tranquilizar a população.

O superintendente de Epedemiologia e Controle de Doenças do Estado, Henrique Jorge dos Santos, afirmou que são apenas três casos confirmados de Influenza A em São Luís. E somente seis suspeitos em todo o estado.

Não é verdade. Soube por fonte da própria Saúde que só em São Luís existem seis casos confirmados da gripe suína e mais nove suspeitos em todo o Maranhão.

A orientação foi para impedir o pânico. O secretário de Saúde, Ricardo Murad, tem dito que hoje o Maranhão respira com mais saúde. E que estamos avançando no setor. Outra mentira.

Quando precisa de tratamento para sí e aos familiares, Murad corre para São Paulo. Roseana foi fazer exames de rotina nos Estados Unidos.

O secretário de Comunicação, Sérgio Macêdo, precisou fazer pequena cirurgia no pé da esposa, correu para São Paulo. Ele próprio, quando sentiu que poderia estar com uma doença mais grave, voou para São Paulo.

Como se observa, o Maranhão inovou no setor de saúde. Agora não precisamos mais da procissão de ambulâncias, basta pegar um avião para São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.