A equipe médica que tratou do deputado Clodovil Hernandez anunciou a morte cerebral do parlamentar. Clodovil sofreu um ACV na manhã de segunda feira, fora internado no hospital Santa Lúcia, em Brasília, onde teve uma parada cardio-respiratória.
Amigos e o Ministério Público autorizaram a doação da córnea, rins, fígado e o coração do ex-estilista e ex-apresentador de tevê.
Clodovil, embora tenha parentes vivos, não mantinha contatos com nenhum familiar. O deputado morreu aos 71 anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.