Hoje, 8 de Março, Dia Internacional da Mulher. Tenho mãe, esposa e uma única filha. Não tenho flores para lhes dar. Muito menos jóias para presenteá-las.

Mas como filho, marido e pai, convido-as a uma reflexão profunda do mundo, da ainda condição de explorada da mulher, do desumano e insistente domínio do homem pela fraqueza de querer se impor como homem e da cotidiana violência que faz da mulher vítima eterna.

Faltando cinco dias para para o Dia Internacional da Mulher, uma menina de nove anos, que um dia se tornará mulher, é obrigada a abortar gêmeos em um hospital.

Há três anos, ou três datas comemorativas ao Dia Internacional da Mulher, a mesma menina, criança de apenas seis anos, era estuprada pelo padrasto, um homem cruel que diariamente espancava a esposa e a enteada.

Faltando quatro dias para o Dia Internacional da Mulher, um bispo de Pernanbuco excomunga a mãe da menina, o médico e todas as enfermeiras que conduziram o aborto necessário.

Faltando três dias para o Dia Internaciional da Mulher, a mesma igreja católica, na pessoa do bispo, canoniza o estuprador. No mesmo dia, o Vaticano expede nota de apoio ao bispo.

Faltando seis dias para o Dia Internacional da Mulher, um pastor evangélico é preso em Carutapera, cidade do interior maranhense, e confessa que estuprou quatro meninas, que um dia serão mulheres. Uma de 9 anos, outra de dez anos, a terceira de 11 anos e a última de 12 anos.

Há três datas comemorativas ao Dia Internacional da Mulher, o mesmo pastor, de nome Fábio Costa, tinha uma igreja na zona rural de São Luís, e fez duas vítimas menores de sua prática lidibinosa. Não passou uma semana preso.

Faltando três dias para o Dia Internacional da Mulher, Deysy Hroenny Rocha, mulher nova de apenas 21 anos, foi assassinada com 8 facadas pelo ex-marido, Irlan Evangelista da Silva, em um motel de São Luís.
Faltando dois dias para o Dia Internacional da MUlher, Irlan Evangelista se apresenta a uma delegacia e volta para sua casa, como se nada de errado tivesse acontecido.

Faltando um dia para o Dia Internacional da Mulher, uma jovem mulher, ainda de identidade desconhecida, foi encontrada morta, com dois tiros na cabeça, numa cidade próxima de Teresina.

Faltando um dia para o Dia Internacional da Mulher, em Campo Maior, uma mulher teve a mão decepada pelo próprio irmão, que sequer foi preso.

Faltando um dia para o Dia Internacional da Mulher, no bairro da Liberdade, a jovem mulher Andréa Cristina foi morta a facadas.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Marias, Cristinas, Dolores, Deysys, Andréas, Claras, Firminas, Lúcias, Remédios, Fátimas e tantas outras mulheres estarão mortas por atos violentos praticados pelos homens.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Reginas, Clarisses, Lurdes, Antônias, Josefas, Zezés, Mirians, Anas, e tantas outras mulheres continuam sofrendo todo tipo de humilhação, vendendo o corpo, por falta de oportunidade de trabalho para que possam levar uma vida mais digna.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Cláudias, Carmens, Carlas, Carlotas, Valérias, Lucianas, Raquels, Dilmas, Marlis, Rosas e tantas outras mulheres já não têm mais a certeza de no dia seguinte estarão empregadas, porque a crise faz demitir primeiro as mulheres na indústria e nos comércios em geral.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Fabrícias, Leilas, Glórias, Joanas, Marlenes, Zélias, Cassandras, Alciones, Vanessas, Varndeléias e tantas outras ainda estão perplexas com o fato da renda média das mulheres permanenecer menor qua a dos homens. Não entendem a razão da ampla maioria dos altos cargos em empresas públicas e privadas serem preenchidos por homens.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Kátias, Clarisses, Rosanas, Glendas, Sofias, Gertrudes, Sônias, Kilmas, Telmas, Vivianes e tantas outras mulheres ainda não consegue explicação ao fato de que o Brasil tem um dos maiores índices de laqueaduras irriversíveis do mundo.
Hoje, Dia Internacional do Mulher, Luanas, Florindas, Mirtes, Luandas, Normas, Roses, Elmas, Anitas, Carmelitas, e milhões de anônimas não conseguem, pela ausência de assistência médica, realizar nenhuma consultoria pré-natal.
Hoje, Dia Internacional da Mulher, a taxa de mortalidade materna permanece crescente. Hoje, que seria o dia comemorativo ao Dia da Mulher, as mortes de mulheres provocadas pela violência dos homens, cresce a cada dia.

Hoje, Dia Internacional da Mulher, Clores, Fernandas, Marcelas, Danielas, Alessandras, Rutes, Luizas, Joelmas, Julianas e tantas outras mulheres estão sendo vítimas de estupros, sem que ao menos lhes fosse dado a liberdade de escolher com quem praticariam seu primeiro momento de prazer.
Hoje, 8 de Março, não deveria ser o Dia Internacional da Mulher. Bom seria que todo o dia fosse o dia da Mulher. Bom seria que a Mulher pudesse a cada dia ser tratada como pessoa humana, respeitada e amada.
É o que penso!

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.