Meu amigo e colaborador do blogue, Cássio Euller, jornalista maranhense radicado em Brasília, acaba de ligar para informar que as  luzes do principal gabinete da Câmara Federal permanecem acesas.

É que o presidente da Câmara, deputado Michel Temer, aguarda, via fax, a carta-renúncia do corregedor daquele parlamento, deputado Edmar Moreira, hoje conhecido como o dono do castelo que não prestou contas da propriedade ao Leão (IR).

Moreira, conforme Euller e diversos portais de notícias, telefonou ao colega Michel Temer informando que estava renunciado aos cargos de corregedor e de segundo vice-presidente da Câmara Federal.

No olho do furacão, Edmar Moreira não terá sossego apenas com a renúncia aos dois cargos. Logo mais, no período da tarde. a cúpula do seu partido, o DEM, vai expulsá-lo da agremiação partidária.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.