De Brasília, onde participa de reuniões para tratar de problemas relacionados ao Porto do Itaqui, o dirigente da Emap, João Castelo mandou avisar aos amigos e correligionários que decidiu ser candidato a prefeito de Luís, mesmo sem o apoio do governador Jackson Lago ou do prefeito Tadeu Palácio. Castelo, segundo informou um deputado do PSDB, gostaria de ter como companheiro de chapa um membro do PDT, mas se não for possível convidará o deputado federal Pinto da Itamaraty, que aceitaria a missão.

Dispondo de números de pesquisas que lhe garantem a vitória no primeiro turno, João Castelo tem procurado ganhar o apoio do governador e do prefeito de São Luís, mas tem sentido que os dois estão caminhando em direções contrárias. “Com o seu o apoio dos dois, Castelo vence a eleição porque não existem nomes que possam enfrentá-lo nas urnas”, acredita o deputado tucano.

Por telefone, de Brasília, após conversar com a bancada federal do PSDB, o dirigente resolveu reunir o partido em São Luís, por toda esta semana, para comunicar oficialmente sua candidatura. “Não temos mais tempo a perder. É o eleitorado de São Luís que conclama nosso candidato para ser prefeito”, diz entusiasmado um dos principais assessores de campanha do pré-candidato do PSDB.

De acordo com os números de pesquisas registradas no Tribunal Regional Eleitoral, João Castelo tem mais de 40% das intenções de votos, sendo que o segundo colocado, Raimundo Cutrim, não chega a 15%. Pelo resultado da soma dos demais, o pré-candidato do PDSB liquida a fatura no primeiro turno.

Aliados mais próximos dos dirigentes da Emap defendem a realização da Convenção Municipal do PSDB para a escolha do candidato antes de junho. Acreditam que a oficialização do nome de Castelo neste momento fortalecerá mais ainda a vontade do eleitor.

Aos que procuram se o pré-candidato do PSDB terá estrutura suficiente para bancar a campanha, membros da cúpula local garantem que o diretório nacional do partido tem interesse na eleição de João Castelo. E chegam a citar a simpatia que teria o governador de São Paulo, José Serra, pelo nome do dirigente da Emap.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.