Programa de Aceleração do Crescimento

O Maranhão tem 21 representantes no Congresso Nacional. São 18 deputados federais e três senadores. Quando é para defender os interesses do Maranhão, juntando tudo, não temos nada. Agora, em se tratando de interesses pessoais…

O Presidente Lula acaba de anunciar a execução de 1.800 obras em todo o país. É um conjunto do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) voltado para as áreas de saneamento e habitação. O Maranhão, é bem verdade, foi contemplado.

Porém, pasmem, senhores! Fomos beneficiados com menos de 3% do volume total das obras. Os vizinhos: estados do Piauí, Ceará e Pernambuco estão com posições mais privilegiadas. Motivo: a briga das bancadas pela inclusão de seus estados no programa.

Na Bahia, assim como em Pernambuco e Ceará, os políticos (senadores e deputados federais) unem-se pela alocação de verbas para seus estados. Aqui, como sempre foi, a coisa é diferente.

Enquanto os estados vizinhos vão abiscoitar mais de R$ 500 milhões para obras prioritárias, o esquecido Maranhão terá apenas R$ 10 milhões do PAC. Uma lástima.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.