Soube, por volta das 19h ontem que, assim como o professor Odair José, presidente do Sinproessemma, que comandou a longa greve dos professores da rede estadual de ensino, dois líderes grevistas da polícia civil são candidatos a vereador em 2008.

César Bombeiro, líder dos agentes penitenciários, e Amon Jersey, dos agentes civis, entrarão na disputa eleitoral. Espera-se que a greve não sirva como trampolim para as eleições do próximo ano.

Demissões

O processo de enxugamento da folha da Assembléia Legislativa para que a Casa possa se adequar ao que determina a Lei de Responsabilidade Fiscal, passa por, pelo menos, 300 exonerações.

A medida atingirá os 42 gabinetes parlamentares, incluindo a presidência da AL.

Sem gorduras

Ficou acertado que os assessores dos deputados receberão as gratificações que foram cortadas na folha de setembro. Algo em torno de R$ 30 mil para cada gabinete. O dinheiro deve ser creditado amanhã.

Mas, a partir de agora, as gratificações serão cortadas em definitivo. Ou seja: a Assembléia Legislativa não precisará mais desembolsar R$ 1,2 milhão por mês para aumentar a renda dos deputados, digo, dos seus assessores.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.