PF desarticula quadrilha que desviava recursos no Maranhão e em outros 10 estados

Em Minas Gerais, o desvio estimado é de R$ 70 milhões. O ex-prefeito de Montes Claros Luiz Tadeu Leite está entre os acusados pela Polícia Federal

Luiz Ribeiro

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira, operação para desarticular organização criminosa acusada de desviar recursos públicos de mais de uma centena de cidades em Minas Gerais e outros 10 estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Pernambuco, Sergipe, Paraíba, Maranhão, Pará e Santa Catarina ). As investigações da Polícia Federal revelam que os envolvidos fraudavam processos licitatórios para a aquisição de precatórios judiciais. Apenas em Minas, os desvios estimados são de R$ 70 milhões, de acordo com a Polícia Federal.
Esquema Conforme nota divulgada pela Polícia Federal, a quadrilha é formada por empresas, pessoas físicas, servidores públicos e ex-prefeitos, que fraudavam processos licitatórios, direcionando as contratações a uma das empresas integrantes da organização criminosa. Essa empresa vencia as licitações com o compromisso de fazer a compensação entre precatórios judiciais e as dívidas das prefeituras, com o argumento de uma economia de até 30% sobre os valores devidos ao INSS, prática proibida pela lei
Investigações De acordo com a Polícia Federal,  a lista com os nomes de outros municípios que surgirem durante as investigações e, ainda, as provas colhidas serão compartilhadas com a Receita Federal do Brasil, Controladoria-Geral da União, Tribunal de Contas da União, Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, Tribunais de Contas dos Estados lesados, Receitas Estaduais, Polícias Civis e Ministério Público Federal, a fim de subsidiar os eventuais procedimentos administrativos.
Mais de cem policiais estão dando cumprimento simultâneo a 53 mandados judiciais: 20 Mandados de Busca e Apreensão, 21 Mandados de Sequestro de Valores, Bens Móveis e Imóveis, 03 Mandados de condução coercitiva e 09 Mandados de Prisão Temporária.
Os trabalhos contam com a participação do Ministério Público de Minas Gerais e da Receita Federal do Brasil. A atuação da organização criminosa, pela complexidade, será julgada pela Justiça Federal e Justiça Estadual.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Policial é preso acusado de ser informante de criminosos

SeicUm policial civil, identificado como Joelson Costa Correa, lotado na Delegacia da Cidade Operária, foi preso nesta terça-feira (2). Ele é acusado de participar de uma quadrilha de tráfico de drogas na grande São Luís.

Segundo o delegado-adjunto da Secretaria Estadual de Investigações Criminais (Seic), Marcos Affonso, em entrevista à rádio Mirante AM o policial civil estava passando informações das ações da polícia para os traficantes.

“Nós tivemos todo o cuidado para investigar corretamente o fato, para não sermos injustos. E descobrimos que o policial, realmente, estava passando informações aos criminosos. Nós não aceitamos esse tipo de prática, por isso decretamos sua prisão preventiva”, informou Marcos Afonso.

De acordo com o delegado-adjunto parte do trabalho realizado na operação teria sido prejudicado por causa das informações dadas aos criminosos por meio do policial civil.

Operação

O delegado-adjunto, Marcos Affonso, informou que, desde o mês de janeiro, tinha uma operação sendo realizada pelo Departamento de Narcóticos (Denarc), para coibir o tráfico de drogas.

Desde o início da operação, 17 pessoas foram presas, acusadas de tráfico e de homicídio. Entre os detidos, está um adolescente e um dos maiores traficantes de São Luís, identificado como Darlan. Segundo o delegado Marcos Afonso, o traficante já era condenado e cumpria prisão semiaberta no albergue em São Luís.

“Ele cumpria pena em São Luís, e todos os dias saia para trabalhar. Nós investigamos e descobrimos que o trabalho dele era com o tráfico de drogas”, explicou o delegado.

(Com informações do Imirante)

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Preso de Pedrinhas é enforcado dentro de cela

A Delegacia de Homicídios investiga a morte de um detento na Central de Custódia de Presos de Justiça (CCPJ), de Pedrinhas. Jadson Oliveira foi encontrado enforcado dentro da cela D5 na madrugada de segunda-feira.

Ele estava preso há aproximadamente uma semana e cumpria pena com mais sete detentos na mesma cela onde morreu. A Secretária de Justiça e Administração Penitenciária (SEJAP) tomou conhecimento do caso e acionou a polícia e legistas do Instituto Médico Legal de São Luís para removerem o corpo do preso.

Este é a primeira morte registrada no mês de julho no sistema carcerário do estado. Só no mês de abril 9 detentos foram encontrados mortos em celas. Em maio deste ano foram 2 casos e em junho 1 registro.

Lembrando que um  levantamento feito pela Secretaria de Estado de Justiça e Administração Penitenciária (SEJAP), revelou que o número de homicídios nos presídios do estado apresentou quedas significativas nos últimos dois anos. As estatísticas apontam que de 2010 para 2012 houve uma redução de 87,87% nos homicídios dentro das unidades prisionais.

Entre maio e julho de 2013 treze detentos já morreram em celas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Terror nas ruas de Tuntum: cabeça de mulher é jogada em calçada

Mais violência no interior do estado!

As cenas de horror registradas neste final de semana em Pio XII se repetem na cidade Tuntum. Desta vez a cabeça de uma mulher foi jogada dentro de uma sacola na Avenida Seabra de Carvalho numa Vila em frente à escola Gilza Leda.

A mulher que aparenta ter uns 40 anos ainda não foi identificada.  Segundo informação de populares ela costumava andar embriagada pelas ruas de Tuntum.

O caso chamou a atenção da população. Até o momento o restante do corpo ainda não foi encontrado.

CAIXÃO

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Detentos fazem greve de fome em Pedrinhas

Acompanhando as ondas de protestos por todo o país, os presidiários do sistema prisional de Pedrinhas decidiram entrar no movimento, mas de uma forma completamente diferente.

Como não podem sair às ruas, os apenados entraram ontem em greve de fome. Não almoçaram e nem jantaram. Eles, dentre outras coisas, reclamam do tratamento duro, da falta de visitas dos familiares, da ausência de celeridade nos processos e julgamentos e, principalmente, da qualidade da comida.

Ontem, o secretário de Justiça e Administração Penitenciária, Sebastião Uchôa, informou que alguns itens da pauta de reivindicações já foram atendidos, como as visitações e o banho de sol regularmente.

Restam outros itens principais: o que diz respeito ao longo período para julgamento, análises de processos criminais pela Justiça, soltura de quem já cumpriu a pena e a comida.

A Masan é a empresa, com sede no Rio de Janeiro, que fornece a comida de péssima qualidade e muita das vezes com prazo de validade vencido.

A empresa fatura milhões todos os anos e tem vencido as licitações nos três últimos governos. Há quem desconfie de uma esquema montado para favorecer a Masan por causada prática nos preços superfaturados.

Recentemente foi descoberto que a Masan teria caído no conto do vigário engendrado por um blogueiro do PT, mas com raízes fincadas até o talo no ninho tucano. O engodo resultou em mais de R$ 10 mil dos cofres da empresa para o espertalhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cabo da Polícia Militar é vítima de saidinha bancária

SÃO LUÍS- Um cabo da Polícia Militar foi assaltado, no início da tarde, desta segunda-feira na Avenida Ana Jansen, por volta das 14h. Ele foi abordado, por três assaltantes na saída do Banco do Brasil, quando subia na moto. De acordo com o cabo, identificado como N. Costa, um dos assaltantes chegou com a arma em punho e pediu a mochila que o cabo carregava. Dentro da mochila tinha R$2.800 que o cabo havia sacado.

A Polícia Militar foi acionada e depois de 40 minutos, dois dos suspeitos foram presos, um deles, que dirigia um Corolla conseguiu fugir. De acordo com as investigações, o bando já estava planejando uma nova saidinha bancária, na Caixa Econômica do bairro Renascença.

Os suspeitos que já foram apresentados na Seic foram identificados como Wildson Luis Santos Corrêa, morador da Aurora e Flavio Júlio de Oliveira Rodrigues, morador da Vila Ariri. Com eles foram resgatados R$ 1.800 do dinheiro roubado, um carro Peugeot 307 preto de placa NHF 4782, uma moto titan vermelha de placa HPX 5078 e mais duas armas, uma delas usada durante a saidinha bancária. O terceiro suspeito fugiu em um carro, modelo corolla. A polícia já faz buscas pela cidade.

Com informações do Imirante.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Delegado prende PM por suspeita de ter torturado um preso

Foi autuado em flagrante durante a madrugada deste domingo, no Plantão da Polícia Judiciária, na Vila Embratel, o terceiro sargento da Polícia Militar do Maranhão, Cláudio Fernando Sousa Carvalho, suspeito de crime de tortura. Ele teria deferido um tiro no pé de um homem que estava preso.O militar disse que o tiro foi acidental e que não tinha intenção de ferir a vítima.

Tudo teve início quando surgiu uma confusão em uma barraca, no Arraial da Estiva, onde familiares desentendiam-se e tinham ido às vias de fato. Uma guarnição da qual fazia parte o sargento Cláudio Fernando, interveio tentando acalmar os ânimos e os envolvidos na briga investiram contra os policiais que tiveram que usar a força para dominá-los, ocasião em que o sargento Cláudio Fernando chegou a ser agredido sofrendo lesão na boca.

Na confusão foram detidos Alan Júlio dos Santos Rodrigues, um irmão cuja identidade não foi fornecida pela polícia, o avô e pai de criação de ambos, José Ribamar dos Santos. Este detido por que teria desacato os militares.

Conta José Ribamar, que no trajeto que viatura da Polícia Militar fazia com destino ao plantão da Vila Embratel, próximo à estação da Eletronorte, o sargento Cláudio Fernando teria saído com a viatura da estrada, parou o veículo, abriu o xadrez da viatua e fez um disparo de pistola contra o pé de Alan Júlio, que foi levado, pelo próprio PM, ao Hospital Clementino Moura, o Socorrão II, onde permanece internado.

O delegado Luis Tinoco informou que ao chegar no plantão, José Ribamar dos Santos denunciou o fato e então deu voz de prisão ao sargento Cláudio Fernando, que foi autuado em flagrante com a presença de um oficial de sua corporação e depois de encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames de corpo de delito, visto que apresentava lesões que teria sofrido ao ser agredido por Alan Júlio e familiares. O sargento foi encaminhado à carceragem do quartel do Comando Geral da Polícia Militar, mais conhecido como “Manelão”, localizado no Calhau.

FLAGRANTE
Conforme o delegado Luís Tinoco, o sargento Cláudio Fernando foi autuado em flagrante incurso no Artigo 1º, inciso II, parágrafos 1º, 3º e 4º, inciso I, da Lei 9.455/97, por crime de tortura. José Ribamar dos Santos também foi submetido a exames no IML e depois recolheu-se à sua residência. O delegado Luis Tinoco disse que a vítima Alan Júlio tem problemas de conduta e já chegou a ser detido pela polícia algumas vezes.

O sargento Cláudio Fernando disse que são infundadas as acusações que lhe estão sendo feitas. Conta que com a ocorrência da confusão, interveio tentando acalmar os ânimos e que então foi desacatado com a guarnição e no momento da detenção dos envolvidos, chegou a ser agredido sofrendo ferimento no lábio inferior.

“Quando conduzíamos os três para o Plantão da Vila Embratel, o José Ribamar disse que estava passando mal e então paramos a viatura para transferí-lo do xadrez para um dos bancos dianteiros, momento em que Alan Júlio tentou fugir e, ao tentar sacar minha pistola, a arma engatou e acabou disparando uma única vez, acidentalmente, tendo a bala atingido Alan Júlio no pé. Não houve a intenção de feri-lo”, disse o sargento Cláudio Fernando.

 Douglas Cunha/O Imparcial

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Juiz é morto a pauladas e esquartejado depois de esfaquear jogador de futebol em Pio XII

cenas da brutalidadecenas da brutalidade

Dois crimes  bárbaros foram registrados ontem à tarde no Povoado Centro do Meio, às margens da BR 316 a 3 km de Pio XII, zona  rural.

O primeiro crime aconteceu dentro de  um campo de futebol. Depois de ser expulso de uma partida o jogador Josemir discutiu com o juiz Otávio. Depois da discussão o juiz assassinou a facadas o jogador, que morreu a caminho do hospital. Josemir era funcionário dos correios em Pio X II.

A população inconformada com a covardia resolveu fazer justiça com as próprias mãos.  Otávio foi morto apedrejado,  foi atingidos por várias pauladas e em seguida teve o corpo todo decepado. Partes do corpo do juiz  foram separadas. A cabeça foi pendurada em cima uma estaca numa cerca de arame farpado  no povoado Centro do Meio.

Segundo informações de testemunhas a vingança partiu do irmão do jogador e também de populares. Um dos parentes de Josemir ainda teria dito que “se todos fizessem assim acabariam com a fama dos valentões”.

Com informações do Blog do Antonio Filho Mirante

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tio que matou e arrancou a língua da sobrinha em Ribamar é preso

Foto portal GiFoto portal Gi

Presos assassinos da garota Gabriele ocorrido na J. Lima na semana passada.

Paulo da Silva Soares é o nome do bandido cruel que matou a própria sobrinha de 11 anos e ainda arrancou a língua da menor com uma faca, no Residencial J. Lima, em Ribamar. Ele havia violentado a parente há alguns meses.

Com receio de que a sobrinha contasse aos pais a violência de que foi vítima, o bandido convidou um menor de 16 anos para o crime violento.

Na terça-feira, 25, Gabriele estava sentada em um sofá na sala de sua residência descascando uma laranja. Inocente e indefesa, ainda olhou quando o tio entrou acompanhando do adolescente, que lhe segurou pelos braços enquanto o maníaco tomou-lhe a faca e cortou o pescoço.

Insatisfeito, o ordinário arrancou a língua da sobrinha e fugiu. O crime deixou a cidade revoltada. Sem que ninguém soubesse do paradeiro ou a identidade do homicida.

Mas na sexta-feira o cúmplice foi preso e a derrubou todo o serviço, informando que ganhou R$ 1 mil pela participação.

Na madrugada de sábado o bandido foi localizado e preso pela polícia. Paulo da Silva Soares já foi reconduzido para o complexo presidiário de Pedrinhas, de onde não deveria sair nunca mais. Mas infelizmente bandidos cruéis não costumam mofar na cadeia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Empresário reage a assalto na BR 135 é baleado e fere dois dos quatro bandidos

A policia investiga ocorrências registradas na manhã deste domingo, uma tentativa de roubo seguida de tentativa de homicídio e um achado de cadáver.

Quatro homens armados invadiram um frigorífico no km 5 da BR 135 na Vila Esperança. Durante a ação criminosa houve troca de tiros. Geraldo Pereira proprietário do frigorífico e dois meliantes foram atingidos. A vítima do assalto foi internada num hospital particular de São Luís mas não corre risco de morte. Os quatro bandidos fugiram num veículo branco, de placas e modelos ainda não identificados, sem levar a renda do estabelecimento.

Minutos depois o IML recebeu um chamado para conduzir um corpo que foi deixado por três homens em um carro branco na Rua do Coração, sem número Residencial Gisele no Maracanã. O corpo é de Alisson Neyson Silva, alvejado com seis tiros.  Ele morava no endereço onde foi deixado.

A polícia está apurando os fatos e não descarta a possibilidade de Alisson ser um dos assaltantes baleados durante o assalto ao frigorífico. As informações repassadas por populares levam a crer que carro que deixou o corpo dele seria o mesmo utilizado na tentativa de roubo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Três pessoas morrem vítimas de afogamento, overdose e acidente de trânsito

Na manhã deste sábado foi vítima de afogamento na praia do Barbosa em São José de Ribamar, Clarindo Vieira de 24 anos. Ele morava na Rua José Paulo da Silva, casa 262, bairro São Raimundo no município de Ribamar.

Em São Luís uma moradora de rua não identificada morreu na Rua Palma próximo à Igreja do Desterro. Segundo populares ela era usuária de drogas e teve uma overdose. Ela aparentava ter 20 anos e morreu vomitando sangue.

No km 381 da BR 316 próximo à cidade de Bacabal o condutor de um veículo foi a óbito depois de atropelar um animal na rodovia.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Bandidos explodem agência do Banco do Brasil de Gonçalves Dias

A  população do município de Gonçalves Dias, localizada a 341 quilômetros de São Luis,  acordou assustada com explosões e  muitos tiros. Segundo informações de populares, cerca de 6 bandidos fortemente armados explodiram a  Agência do Banco do Brasil,  localizado na praça João Afonso Cardoso no centro da cidade.

A agência bancária que  fica a poucos metros da Delegacia de Polícia, ficou praticamente destruída. O teto desabou, paredes racharam e as vidraças foram estilhaçadas.

Todo dinheiro que estava nos caixas eletrônicos e no cofre do banco foi levado pelos bandidos.

Na fuga, os criminosos saíram atirando pela cidade. Um veículo que se encontrava estacionado em uma praça de eventos foi atingido por quatro tiros.

Gonçalves Dias conta com apenas 3 policiais para garantir a segurança de 18 mil habitantes.

Foto0224

Foto0222

Com informações do Blog De Cara com a Verdade.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.