Enquanto isso no Maranhão

A saúde no município de Estreito não está indo nada bem, nas últimas 24 horas, pelo menos três mortes já foram registradas no município, envolvendo grávidas. Entre as mortes, estão uma mulher e duas crianças que morreram ainda na barriga da mãe.

A primeira morte foi registrada na segunda-feira (19), quando uma grávida teria procurado o hospital do município por duas vezes, sentindo forte dores. Segundo informações de familiares e amigos da família, nas duas vezes, ela foi mandada embora para casa, após receber um atendimento ‘superficial’.

Segundo eles, após procurar novamente atendimento médico pela terceira vez, a criança já estava morta. Além de enfrentar a grande dor da perca, ela foi encaminhada para Imperatriz, para retirada da criança. A família reclama do tratamento desumano e da grande quantidade de horas que ela passou com a criança morta dentro da sua barriga.

A duas últimas mortes e ainda mais trágica, foram registradas nesta terça-feira (21), quando uma jovem grávida procurou atendimento médico no Hospital Municipal de Estreito. Ela e a criança morreram ainda no local. O acontecimento revoltou os familiares e os moradores do município, o pai e esposo, ainda está em estado de choque, após a dupla perca.

Mesmo após as três mortes, nenhuma nota oficial ou comunicado foi feito pela Prefeitura de Estreito, a secretária de saúde e o prefeito Léo Cunha, preferiram o silêncio até o momento.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.