Neto Ferreira

A Polícia Civil estourou um laboratório de clonagem de cartões bancários em Presidente Dutra. O dono do imóvel, André Luiz de Assis, foi preso em flagrante delito.

Segundo informações policiais, no local foram apreendidos caixa de som, utensílios domésticos e móveis comprados com cartões clonados.

Além disso, os investigadores encontraram notebooks, 12 aparelhos celulares e 15 chips de celulares. Esse equipamentos eram utilizados na clonagem de cartões de crédito.

21 listas contendo dados pessoais, funcionais e bancários de diversos servidores públicos, que seriam os próximos alvos do crime de clonagem de cartões, também foram apreendidos.

Essa apreensão subsidiará a segunda fase da investigação, que será feita em parceria com o núcleo de inteligência da Polícia Civil em São Luís.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.