O pastor estava com a esposa quando voltou para pegar alguma coisa que havia esquecido dentro do seu carro na garagem da casa. Ele foi baleado e levado a um hospital onde não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

O fato correu na madrugada deste domingo, dia 16 em Niterói, no Rio de Janeiro. O evangélico Anderson Carmo vinha de uma comemoração com a esposa, a deputada federal Flordelis (PSD). Ela contou para os policiais que sentiu a sensação de que estava sendo seguida. Pela dinâmica do crime, foi uma execução.

“A família Flordelis, com dor, comunica o falecimento repentino do Pastor Anderson do Carmo, um servo de Jesus Cristo. A Deputada Flordelis, muito abalada, ainda não tem como se pronunciar. Neste momento, apertamos as mãos de Deus e imploramos o conforto Dele! O Pastor Anderson estava cumprindo um ministério maravilhoso de redenção de almas, em uma luta diária para evitar que o ódio continue a ceifar vidas por falta de Deus no coração dos seres humanos”, disse em nota oficial a assessoria de imprensa da parlamentar.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.