Chegou ao fim nesta madrugada de hoje (03/05) o sequestro da primeira dama do município de Buriticupu, Betel Gomes (na foto abaixo com o marido prefeito),  e da professora Raimunda, que foram sequestradas ontem no período da tarde pelo filho do caseiro da chácara  do prefeito Zé Gomes. Elas foram localizadas em um cativeiro na cidade de Açailândia, mas dois comparsas conseguiram fugir do cerco policial e estão sendo procurados. Eles queriam R$ 50 mil pela liberação das duas mulheres.  

Desde que o sequestro foi confirmado pelo prefeito por volta das 16h de ontem que a policia iniciou a operação para localizar o cativeiro onde estavam as sequestradas. Com a ajuda de mais dois comparsas, Dhones Rodrigues Silva, filho dos caseiros e que também passou a trabalhar na chácara dos Gomes desde o ano passado quando veio foragido de Minas Gerais por crime e aqui no Maranhão e ninguém sabia.

Ele trancou os pais em um quarto da chácara e se apossou de dois revólveres e uma espingarda, além do carro da primeira dama, um gol branco. Rumou com as duas mulheres, Betel e Raimunda para Açailândia, onde ainda chegou a fazer um saque da conta da esposa do prefeito, no caixa eletrônico. Ela teria sido reconhecida por uma pessoa que sabia do sequestro e informou para a polícia.

O tenente-coronel Nelson, que auxiliou a operação, informou que a partir de então começaram a fazer o monitoramento das sequestradas. Conforme informado aqui pelo Blog do Luis Cardoso, o sequestrador chegou a conversar com um familiar de Betel Gomes e foi localizado. Ele estava pedindo a quantia de R$ 50 mil para libertar as duas mulheres.

Durante o cerco policial, dois ainda fugiram, mas Dhones foi preso com as armas e o carro no cativeiro, uma residência em Açailândia. Devido ao estado emocional, a primeira dama e a professora foram levadas para um hospital e depois liberadas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.