Wanderson Morais Baldez (foto abaixo à direita), 20 anos, e Davi Costa Martins (foto abaixo à esquerda),  que mataram o delegado da PF, David Farias Aragão, 36 anos, durante assalto a uma casa da família da autoridade policial na Praia do Meio, no Araçagy, tiveram prisão preventiva decretada e permanecem presos. Um terceiro elemento, conhecido por Leandro, continua foragido. Os três são da região da Vila Luizão.

De acordo com informações da polícia, o delegado comemorava o aniversário da filha de 5 anos, quando os bandidos conseguiram entrar na casa para assaltar. Houve reação de David Aragão, mas os assaltantes dominaram o delegado, que foi morto por facadas e tiros com a própria arma dele.

Os bandidos fugiram após o latrocínio, mas o primeiro foi preso quando se encontrava fazendo curativos no braço, onde teria sido baleado durante o assalto, que resultou na morte do policial. Wanderson foi preso na UPA do Araçagy e estava sob prisão condicional e era pra usar tornozeleira eletrônica. Hoje, a polícia informou a prisão de Davi Martins.

Excelente profissional, o delegado tinha 36 anos e era especialista nas investigações contra crimes fazendários e cibernéticos. Casado, deixa viúva e duas filhas menores. Era de família de médicos conceituados no Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.