Em depoimento prestado recentemente, um comerciante da capital contou que teve uma carga de 150 caixas de cigarros apreendida por uma equipe da Seic. O fato, segundo ele, aconteceu em agosto do ano passado, quando o delegado Thiago Bardal (foto abaixo) era o superintendente da Seic, com quem teria negociado o valor de R$ 100 mil.

Através de informações sempre recebidas diretamente do secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, um site porta-voz do governo Flávio Dino diz que o comerciante conversou pessoalmente com Bardal, de quem ouviu a proposta para pagar R$ 150 mil.

Após argumentar que não teria tal quantia, ficou acertado o pagamento da metade e o restante parcelado até completar R$ 100 mil. O comerciante contou que faliu por não ter mais condições de pagar o parcelamento acertado.

Por conta da denúncia, um novo procedimento investigatório foi aberto e processo contra o ex-superintendente da Seic.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.