A polícia civil já identificou os autores da execução do fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda, José de Jesus Gomes Saraiva, assassinado na quarta-feira (19) da semana passada na Vila Maracujá, zona rural de São Luís. Um deles foi preso na tarde desta segunda-feira (24).

De acordo com a polícia civil, o crime tem relação com a fiscalização de uma carga de arroz vinda de Santa Catarina, em nome de um laranja, avaliada em R$ 100 mil e que já estava monitorada pela vítima. A suspeita é de que uma empresa fantasma iria receber a carga e não pagaria os impostos.

O Blog do Luis Cardoso já havia antecipado numa matéria publicada neste domingo sobre a autoria do crime. (Reveja)

O autor dos disparos que matou o fiscal, identificado através de imagens, era o motorista de uma caminhonete e seria o proprietário da carga a ser fiscalizada. Temendo ser descoberta a sonegação, o homem atraiu o fiscal para o local do crime e o matou. Saraiva ainda tentou sair do carro da secretaria da Fazenda, mas morreu no local, sem chances de ser socorrido.

A outra pessoa que participou da emboscada identificada como Elionai Silva Costa foi presa ainda há pouco. Ele estava dentro do carro com a vítima e o levou até o local do crime.

Hoje, em conversa com o Blog, o delegado titular de Homicídios, Jefrey Furtado, nos contou todos os envolvidos direta e indiretamente no assassinato foram identificados.

“Estamos alinhavando o caso e já chegamos a todos os envolvidos. Como se trata de uma trama, envolve mais de uma pessoa. Amanhã novas informações serão divulgadas”, disse o delegado Jefrey.

Nas próximas horas outras prisões devem ser efetuadas.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.