O Superintende da Polícia Federal no Maranhão, delegado Renato Madsen, informou hoje, terça-feira (20) que permanecem as investigações para chegar ao chefe do comando de contrabando de cigarros com sede em São Luís. Confira na entrevista abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.