Na última quinta-feira (9), duas ações distintas realizadas pela Polícia Civil do Maranhão resultaram, nas prisões de dois homens investigados pelo crime de estupro de vulnerável. As prisões foram realizadas nos municípios de Açailândia e Bequimão, por equipes de policiais civis das respectivas cidades.

Foto Reprodução

Em Açailândia, um mandado de prisão temporária foi cumprido contra um indivíduo alvo de uma investigação da Delegacia Especializada da Mulher que apura o estupro de vulnerável supostamente praticado pelo investigado contra a sua enteada, menor de 13 anos de idade à época. Segundo denúncia, o indivíduo teria cometido atos libidinosos em face da adolescente mediante toques nos seios e genitália da menor.

Os fatos chegaram ao conhecimento da autoridade policial por meio do Conselho Tutelar e relatórios de acompanhamento psicológicos elaborados pelo CREAS, dando conta de que a vítima sentia muito medo, a ponto de fingir que tais abusos não estavam acontecendo, o que lhe causava muitos traumas, chegando a levar a menor a se mutilar.

A prisão foi realizada pela da Delegacia Especializada da Mulher de Açailândia, com apoio dos policiais militares integrantes do 26° Batalhão da PMMA. Após os procedimentos de praxes, o preso foi recolhido a Unidade Prisional de Ressocialização de Açailândia, onde permanecerá a disposição da justiça.

Já na cidade de Bequimão, Região da Baixada Maranhense, um homem foi preso preventivamente por ser suspeito de ter cometido o crime de estupro contra uma menor de 11 anos, sua enteada, em outubro de 2021. Após a adoção dos trâmites legais, o acusado foi encaminhado ao presídio, sem lesões, onde ficará à disposição da justiça. O caso segue sendo investigado pela Delegacia de Polícia Civil de Bequimão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.