Uma ação conjunta entre a Polícia Civil do Maranhão e Polícia Civil do Pará resultou na prisão preventiva de um homem suspeito de ter praticado o crime de estupro contra uma jovem de 21 anos de idade, no dia 21 de maio deste ano, na zona rural de Tutóia.

20° Delegacia Regional de Barreirinhas

Segundo as informações obtidas no curso da investigação da 20° Delegacia Regional de Barreirinhas, o suspeito aproveitou-se da condição de pastor da igreja onde a vítima frequentava, no povoado Porto de Areia, e cometeu o abuso sexual mediante grave ameaça de morte.

Diante das provas produzidas no inquérito, foi pedida a prisão preventiva do investigado, cujo mandado foi expedido pela Comarca de Tutóia. O investigado foi localizado e preso na capital paraense, Belém, após diligências e atos de investigação realizados pela Polícia Civil do Maranhão, com o apoio da 11ª Seccional Urbana do Guamá.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.