A deputada Thaiza Hortegal (PP) concedeu entrevista, na manhã desta sexta-feira (05), ao programa Portal da Assembleia, da TV Assembleia, no quadro Sala de Entrevista, apresentado pelo jornalista Juraci Filho. Ela falou sobre sua trajetória política e as primeiras ações no exercício do mandato parlamentar.

Inicialmente, Thaiza agradeceu a votação que recebeu e disse que pretende fazer do seu mandato um instrumento de participação popular. “Mais de 52 mil maranhenses confiaram em nosso projeto e vamos procurar corresponder a essa confiança. Ombreada com as outras colegas deputadas, vou buscar contribuir com a luta das mulheres em defesa dos seus direitos”, enfatizou.

Dentre as ações parlamentares já realizadas, a deputada, que é médica pediatra, destacou o projeto de lei que propõe a instalação de uma Clínica-Escola do Autista do Maranhão. “O Transtorno do Espectro Autista (TEA) engloba diferentes condições marcadas por perturbações do desenvolvimento neurológico com três características fundamentais, que podem manifestar-se em conjunto ou isoladamente. São elas: dificuldade de comunicação por deficiência no domínio da linguagem e no uso da imaginação para lidar com jogos simbólicos, dificuldade de socialização e padrão de comportamento restritivo e repetitivo”, explicou.

“Esse projeto é resultado de uma enquete que realizamos nas redes sociais. A questão do tratamento e atendimento dos portadores de Transtorno do Espectro Autista (TEA) foi o tema mais indicado a merecer um olhar dos legisladores e dos gestores públicos. Fizemos um amplo estudo em nível nacional e internacional e elaboramos o projeto que está em tramitação e que acreditamos ser possível de ser executado. Há uma deficiência muito grande de profissionais aptos a acompanhar e orientar essas crianças na escola e nas unidades de saúde. O objetivo é garantir a inclusão dos portadores do TEA”, esclareceu.

Thaiza revelou que o Governo do Estado já dispõe de uma estrutura física e de pessoal, localizada no bairro Olho D’água, que atende os portadores de TEA. “O nosso projeto propõe a ampliação desse atendimento multidisciplinar existente, na área da saúde, para a rede de ensino. Estudos revelam que se o portador do TEA for diagnosticado até um ano e meio de idade, ele tem mais de 80% de chances de levar uma vida normal”. complementou.

A questão das barragens

A deputada também enfatizou sua iniciativa parlamentar em relação a situação das barragens existente do Maranhão, particularmente a barragem de Pericumã, localizada em sua cidade natal, que há muito tempo não recebe manutenção e teve seus cabos rompidos, causando o alagamento de alguns bairros. “Por isso, propusemos a Frente Parlamentar em Defesa das Barragens e Comportas do Maranhão. Estamos submetidos ao mais rigoroso inverno dos últimos 10 anos, o que aumenta nossa preocupação para com nossas barragens. O Relatório de Segurança das Barragens, recentemente divulgado, cita as barragens do Rio Flores, de Pericumã e do Batantã, no Maranhão, como prioridades para serviços de manutenção, mas não aponta riscos. No entanto, tivemos o rompimento dos cabos da barragem de Pericumã”, disse.

Causa da Enfermagem

Thaiza Hortegal disse que a causa da Enfermagem, no que se refere à pauta de reivindicações da categoria, é uma bandeira que ela abraçou em sua campanha e é merecedora de toda atenção, pois se trata de se fazer justiça a uma categoria de fundamental importância para o setor de saúde.

“Recebemos uma comissão do Conselho Regional de Enfermagem (Coren) para discutir as reivindicações desses profissionais, que são guerreiros e estão submetidos a uma carga horária exaustiva. Outras categorias conquistaram a redução de sua carga horária como, por exemplo, os nutricionistas. Há um projeto nesse sentido, na Câmara Federal, que há 30 anos tramita e não é votado. Vamos pautar esse debate e articular nossa bancada federal para se somar a essa causa”, ressaltou a deputada.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.