Dono das Lojas Leite Mel é executado em Maranhãozinho

Um homem identificado como klenio Cunha foi morto na manhã desta segunda feira (09),durante a realização de uma vaquejada na Vila Caçula em Maranhãozinho no interior do Maranhão. O crime aconteceu por volta das 5h da manhã .
De acordo com informações, a vítima estava dormindo dentro do carro quando foi alvejado com três tiros na cabeça . O empresário era dono da Leite Mel Movéis em Governador Nunes Freire e Maracaçumé com filiais em outras cidades do Alto Turi Gurupi.
A policia ainda não tem pistas do (s) suspeitos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Preso pela Polícia um dos maiores pistoleiros do Maranhão

Foi preso hoje à tarde o pistoleiro Carlos Sérgio Carvalho de Sousa, o “Nenem do Izo” na cidade de Nova Canaã do Norte, em Mato Grosso. Ele respondia no Maranhão por diversos homicídios, notadamente na região de Barra do Corda, conforme divulgado pelo Blog Notícias de Codó.

Com a ajuda da  Polícia Civil de Mato Grosso, o delegado Regional de Barra do Corda Barra, Renilto Ferreira, conseguiu chegar ao pistoleiro e efetuar a prisão.

“Neném do Izo era bastante temido no mundo da pistolagem no Maranhão e sempre contratado por outros pistoleiros, fazendeiros ou políticos para executar pessoas. Ele estava foragido do Maranhão desde 2017.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime de encomenda: Fazendeiro é vítima de pistolagem no Maranhão

O dono de uma fazenda em João Lisboa foi executado com três disparos de arma de fogo no açougue Ayrton Senna, no bairro em Imperatriz.

De acordo com informações repassadas pelo açougueiro, a vítima estaria tomando cerveja quando o pistoleiro chegou efetuou três tiros que atingiram a cabeça do fazendeiro. A Polícia trabalha com a hipótese de crime de pistolagem, devido suas características.

O assassinato nesta terça-feira (23) do vereador de Maranhãozinho, João Pereira Serra (PSD), foi a oitava execução de um vereador em menos de quatro anos no Maranhão. O G1 MA realizou um levantamento retirando casos suspeitos de suicídio ou que não foram assassinato. Além dos oito vereadores, um prefeito foi morto em oito municípios diferentes.

Veja a lista dos políticos mortos por ordem cronológica no MA

  • Vereador de Santa Luzia, Cícero Ferreira, no dia 3 de maio de 2015
  • Vereador de Governador Nunes Freire, Esmilton Pereira, no dia 23 de agosto de 2016
  • Vereador de Cidelândia, Paulo Baiano, no dia 21 de setembro de 2016
  • Vereador de Godofredo Viana, César da Farmácia, no dia 7 de dezembro de 2016
  • Vereador de Anajatuba, Miguel do Gogó, no dia 15 de abril de 2017
  • Vereador de Governador Nunes Freire, Kedson Rodrigues, no dia 25 de agosto de 2017
  • Vereador de Apicum Açu, Jorge Cunha, no dia 2 de janeiro de 2018
  • Prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, no dia 11 de novembro de 2018
  • Vereador de Maranhãozinho, João Pereira Serra, no dia 23 de abril de 2019

O vereador João Pereira era conhecido como Jango e chegou a ser presidente da Câmara de Vereadores de Maranhãozinho. Ele foi executado no município de Santa Luzia do Paruá por vários tiros de revolver calibre 38.

Motivações políticas

Antes do vereador João Pereira, o caso do prefeito de Davinopólis, Ivanildo Paiva (PRB), é o mais recente. Ele tinha 57 anos e foi encontrado morto na manhã do dia 11 de novembro do ano passado. Durante o inquérito, oito pessoas foram presas, incluindo o vice-prefeito, José Rubem Firmino, apontado como mandante do crime.

Prefeito de Davinopólis Ivanildo Paiva (PRB) foi encontrado morto no dia 11 de novembro de 2018 — Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Davinopólis

A motivação da morte teria sido promessas não cumpridas a José Rubem, como o pagamento de R$ 300 mil após a reeleição da chapa, além de Ivanildo não ter entregue ao vice o controle político da Secretaria de Educação do município. Esses acordos teriam sido feitos a época da campanha quando ambos buscavam a reeleição.

Outro caso no qual houve motivação política foi a morte do vereador de Godofredo Viana, César da Fármacia, em dezembro de 2016. Segundo a polícia, o presidente da Câmara de Vereadores, Francisco do Nascimento, teria tentado negociar sua permanência na presidência, mas como não conseguiu influenciar César, optou por matar Cesar Augusto.

O crime ainda contou com a participação do vereador José Gomes da Silva. Na época, a polícia declarou que ele tinha ficado na suplência durante as eleições e pretendia assumir o cargo de vereador com a morte do César, e posteriormente votar pela permanência de Francisco Nascimento na presidência da Câmara.

Pistolagem: Vereador é executado a tiros quando saía da fazenda do pai, no Maranhão

Pistolagem! Empresária suspeita de ter mandado matar o próprio pai é executada no Maranhão

Mais um crime de pistolagem: comerciante é executado no interior do Maranhão

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pistoleiros que fugiram do Ceará são presos em São Paulo e estavam aliados ao PCC

Em operação realizada hoje, segunda-feira (15), pela Polícia Civil de São Paulo, uma quadrilha foi presa por acusação de crimes de homicídios. Foram presos 12 homens e duas mulheres em Guarulhos, além de 20 mandados de busca e apreensão.

Imagem G1 SP

No Ceará, os bandidos praticaram vários crimes de pistolagem, morte encomendada em troca de dinheiro, sendo que apenas uma pode chegar até ao montante de R$ 100 mil quando se trata de políticos ou grandes empresários.

Eles são acusados ainda da matarem policiais militares, sendo que uma vítima foi um comandante de corporação cearense. Desde que chegaram a Guarulhos, já sob o comando do PCC, o bando executou várias pessoas e já estava atuando no ramo do tráfico de drogas.

Na delegacia para onde foram encaminhados, eles se identificaram como, na maioria, membros da mesma família e confessaram que fugiram  porque estavam na mira da morte.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pistolagem! Empresária suspeita de ter mandado matar o próprio pai é executada no Maranhão

A empresária Maria Solange Alves Costa de 54 anos, foi assassinada na manhã de hoje (12) a tiros dentro de sua própria empresa no município de Buriticupu. A vítima se encontrava dentro de seu estabelecimento quando dois homens chegaram em uma moto e dispararam contra a vítima.

Testemunhas relatam que apenas um dos homens desceu, enquanto o outro ficou do lado de fora. O pistoleiro adentrou o estabelecimento, não falou nada, apenas disparou várias vezes contra a cabeça da empresária. Solange morreu no local.

Os criminosos tomaram rumo ignorado e a Polícia trabalha com a hipótese de crime de pistolagem.

Solange foi presa em 2011 acusa de ter sido a pessoa que encomendou a morte do próprio pai, Acrisio Costa. Ela foi a juri popular e mesmo confessando a autoria intelectual do homicídio, ela foi absorvida.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pistoleiros executam fazendeiro no interior do Maranhão, na presença da esposa

O assassinato foi cometido ontem (19), pela manhã na Estrada do Arroz, quando o fazendeiro Carlos Moreira foi executado  por pistoleiros. A esposa da vítima estava na garupa da motocicleta.

Os moradores do povoado de Altamira, em Imperatriz, onde aconteceu a morte, ficaram chocados com tamanha violência. Os atiradores estavam um veículo Honda Civic.

Mais um crime de pistolagem: comerciante é executado no interior do Maranhão

Pistolagem avança: empresário irmão de prefeita que apoia Márcio Jerry é executado dentro de pousada

Governo não consegue barrar pistolagem no Maranhão: motorista de deputado é executado

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Presos pistoleiros e ex-vaqueiro de fazendas como mandante de crimes em Barra do Corda

Operação realizada pela Polícia Civil de Barra do Corda prendeu ontem 12 pessoas envolvidas em assassinatos, inclusive o mandante de vários encomendados por ele.

Coordenada pelo delegado Renilton, a operação prendeu Luzivan Rodrigues da Conceição (foto), que chegou a ser preso no primeiro momento como acusado de ter matado o ex-prefeito Nenzim, de que era vaqueiro das fazendas do saudoso gestor, mas solto depois por falta de provas.

Mais conhecido por Luizão, o vaqueiro contratou dois pistoleiros para matar seu ex-genro Francisco Murilo Martins Silva em novembro do 2016, além da mãe da vítima, a senhora Maria de Fátima, 73 anos, que conseguiu escapar e deixou Barra do Corda para morar em outro estado.

O vaqueiro teria pago o pistoleiro com uma motocicleta ano 2013. Foi apurado também que Luizão mandou matar Iolanda pereira de Sousa em fevereiro do ano passado após chegar do trabalho de madrugada na sua residência. Foi assassinada com três tiros por pistoleiros. Ela trabalhava no carnaval Barra do Corda. O marido da vítima também foi assassinado por pistoleiros dois anos antes e agora a polícia apura se Luizão também teria sido o responsável.

Pesa ainda contra o vaqueiro a morte de Carlos de Sousa Lima, que foi morto com 34 facadas e um tiro, além de ter a orelha decepada. O crime custou para Luizão R$ 2 mil e foi pago por pelo contratante Francisco Erisval Almeida Pereira, que já encontra-se preso.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Câmeras flagraram fuga de pistoleiro que matou pessoa errada em Colinas

O pistoleiro que executou um eletricista quando o alvo era uma empresário rico da cidade de Colinas, foi flagrado por câmeras de vídeo de monitoramento no momento em que corria para receber apoio e completar a fuga.

Após matar o operário por engano com cinco tiros, em frente a residência do empresário, o assassino tentou ligar numa moto roubada, mas não conseguiu e saiu em desabalada carreira, trajando camisa branca e um chapéu de cowboy, como mostra o vídeo abaixo:

O delegado de Colinas, Rildo Portela, informou hoje que o material será encaminhado à Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoa para que possa ser periciado e identificar quem foi o autor da execução até chegar aos mandantes.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

A morte errou o endereço: Pistoleiro matou a pessoa errada em Colinas, conforme a polícia

O delegado de Colinas, Rildo Portela, confirmou ao jornalista Luis Cardoso que o crime de pistolagem que ceifou a vida de um eletricista tinha como alvo um empresário daquela cidade, que já foi alertado para contratar seguranças.

O Blog do Luis Cardoso publicou ontem o assassinato de um eletricista que estava passando uns dias em Colinas, trabalhando para a loja Magazine Luzia, inaugurada recentemente naquela cidade.

Ontem, o operário, que é cearense, foi executado com cinco tiros disparados por um pistoleiro. O blog informou que o alvo foi errado, pois a A encomenda era para um empresário rico de Colinas. A notícia foi confirmada.

Em conversa com o titular do blog, agora no final da tarde de hoje, quarta-feira 14,, o delegado Rildo Portela disse que a principal linha de investigação recai, com bastante robustez de indícios, para a contratação do pistoleiro que iria executar o empresário Luis Sousa, a quem a autoridade policial aconselhou a contratar seguranças.

De acordo com os detalhes descritos pelas testemunhas ouvidas na delegacia, o empresário estacionou seu carro na porta de sua residência, ao lado do hotel onde o eletricista estava hospedado, próximo da agência do Banco do Brasil.

O operário estava vestido com uma camisa Polo azul, igual a que trajava o empresário. No mesmo instante em que o empresário saiu do veículo, o operário chegava ao hotel por volta das 19h em local de pouca claridade, e ao passar próximo da porta do veículo do empresário teria sido confundido pelo pistoleiro e foi assassinado com cinco tiros.

O pistoleiro ainda tentou fugir em uma moto, que não pegou na partida, e foi obrigado a descer uma rua correndo. Ele estava usando um chapéu de cowboy e permanece sendo procurado pela polícia.

O delegado informou que entrou em contato com autoridades e familiares de Horizonte, cidade do Ceará onde morou o operário e constatou que era apenas um humilde trabalhador, sem passagens pela polícia, que trabalhava para sustentar a família.

Em Colinas, terra do vice-governador cARLOS Brandão, e dos deputados eleitos Márcio Jerry (federal) e Arnaldo Melo (estadual), existe uma guerra travada no escuro e, por conta disso, já mataram um cidadão conhecido por Ferreirinha e o outro de nome Deja, dono de pousada e irmão de prefeita de Jatobá.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais um crime de pistolagem: comerciante é executado no interior do Maranhão

A pistolagem voltou ao Maranhão nos últimos três anos fazendo vítimas quase todas as semanas, notadamente no interior do estado. Hoje, o comerciante Nilson, dono do Supermercado Bom Preço, na cidade de Tuntum, foi executado.

O crime acontece no período da manhã nas proximidades da residência do prefeito Cleomar Tema. O comerciante foi executado sem chances de defesa. Não se tem informações sobre a identidade dos pistoleiros e nem do paradeiros deles.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mais uma ação de pistolagem no Maranhão: homem dispara três tiros em empresário

O fato aconteceu agora no período da tarde no posto Avenida. Um homem desceu do carro e deu três tiros em um empresário dono da loja de jogos Bet Star, na cidade de Buriticupu. Existem informações que dois tiros pegaram na cabeça e que a vítima teria sido levada para um hospital em Imperatriz. Na foto abaixo, o homem quando atirava no empresário conhecido como Dhemilson.

Os motivos do atentado ainda não foram revelados, mas o empresário (foto abaixo ao telefone) encontra-se em estado crítico em Imperatriz. O home que atirou não foi localizado.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Pistolagem avança: empresário irmão de prefeita que apoia Márcio Jerry é executado dentro de pousada

Pistoleiros executaram hoje à tiros o empresário Antonio Alves de Morais (foto abaixo), conhecido por Dêjá, na Pousada Azul, de propriedade dele, na cidade de Colinas. Morais é irmão da prefeita de Jatobá, Consuelo Lima, e exercia o cargo de secretário-adjunto de Fazenda e Planejamento. A prefeita é aliada política do pré-candidato a deputado federal Márcio Jerry.

De acordo com informações ao Blog do Luis Cardoso, o empresário havia recentemente vendido uma propriedade sua, o Hotel Beira Rio. Muitos acreditam que trata-se de acertos de contas.

Os pistoleiros entraram pelas portas dos fundos da pousada. Chamaram pelo nome do empresário que se aproximou e foi alvejado várias vezes. A pistolagem age solta em nosso Estado.

Antonio Alves de Morais é filho do ex-prefeito de Jatobá, Miguel Bento, e irmão de Bento da Jatobá Veículos, em São Luís.

Veja também:

Governo não consegue barrar pistolagem no Maranhão: motorista de deputado é executado

Crime de pistolagem avança e faz hoje mais uma vítima no Maranhão

Aumenta crime de pistolagem nos últimos três anos no Maranhão; mais uma vítima ontem

Crime de pistolagem ameaça as pessoas e envergonha o Maranhão

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.