Em mais uma fase da Operação Thánatos , a Polícia Civil do Maranhão cumpriu, na noite da última quarta-feira (15), mais dois mandados de prisão contra um homem investigado de liderar um grupo criminoso responsável por cerca de 16 homicídios em cidades do oeste maranhense. A operação foi deflagrada pela Delegacia Regional de Buriticupu com apoio da SPCI e SPCC.

Arma apreendida pela Polícia Civil

Segundo o delegado Jessé Soares , o preso que é considerado um criminoso de alta periculosidade , residia na cidade de Bom Jesus das Selvas. Ainda de acordo com o delegado ,pesa contra o preso outros atos criminais , como o uso de documentos falsos entre eles ,o registro geral com o qual conseguiu a expedição de CPF, CNH, título de eleitor, além de abrir conta bancária. Sobretudo, o investigado ,adquiriu vários bens e demais objetos como armas de fogo. Ele já tem condenação por homicídio praticado no Estado do Ceará.

A Polícia Civil de Buriticupu vinha monitorando o criminoso desde o último dia 14 de junho , data que foi deflagrada a primeira fase da Operação Thánatos. Na noite da última quarta-feira , informações precisas apontaram o paradeiro do investigado que foi preso durante uma abordagem a um caminhão prancha que trafegava pela BR-223 ,em Santa Luzia do Paruá. O criminoso pretendia fugir para o município de Santa Inês.

As investigações apontam que o preso seja responsável por cerca de 16 homicídios e tem ligação com pessoas de grande influência na região, que segundo apurado já se movimentam para dar subsídio aos criminosos.

O investigado estava de posse de uma pistola municiada. Os outros dois ocupantes do caminhão também foram conduzidos e responderão por crime de favorecimento pessoal. As investigações continuam em curso para conclusão das investigações e mantê-los à disposição da Justiça.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.