Homem alegou à Justiça do Distrito Federal que esposa “sempre soube de suas conversas com a suposta amante” de Palmas

A 2ª Turma do Tribunal de Justiça do Distrito Federal negou, por decisão unânime, o recurso de uma mulher que pediu anulação do casamento e indenização por danos morais e materiais ao descobrir que era traída pelo marido desde antes do matrimônio.Ela argumentou que, logo após se casar, desconfiou que o marido estava se relacionando com outra mulher, de Palmas. Disse ter feito “contato” com a tocantinense, que confirmou o caso com o marido.Em juízo, o homem admitiu ter ido a Palmas antes do casamento para encontrar a mulher. Ele, no entanto, afirmou que “a esposa sempre soube de suas conversas com a suposta amante”. 

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.