O Promotor de Justiça Marco Tulio Rodrigues Lopes, no uso de suas atribuições de titular em Carolina, determinou abertura de procedimento para acompanhar denúncias envolvendo precariedade na Delegacia de Polícia Civil da cidade.

Delegacia de Polícia de Carolina

De acordo com o representante do Ministério Público do Maranhão, há necessidade de “acompanhar a prestação de serviço de segurança pública, especialmente no que tange à melhoria da estrutura física da Delegacia de polícia civil, melhoria das viaturas e veículos utilizados na atividade policial e zelar pelo aumento de servidores para atender a alta demanda local conforme relatórios estatísticos apresentados”.

O MP tomou conhecimento da insuficiência de servidores para o atendimento aos cidadãos e registros de demandas na delegacia de Carolina, haja vista que há uma grande movimentação de procedimentos policiais e processos criminais na comarca, assim como crime e infrações praticados em toda a região.

O Ministério Público pode, ou melhor, deve participar ampla e irrestritamente da política de segurança pública,
quando constatada omissa ou deficiente, desde a fixação até a sua fiscalização, exigindo o cumprimento da obrigação estatal, tanto administrativa quanto judicialmente”, disse o promotor.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.