Blog do Marco D’Eça

Desgastado com a imagem de governador que mais aumenta impostos no Brasil, o maranhense Flávio Dino (PSB) sentiu mais um duro golpe, ao impor – disfarçadamente – aumento de 23,5% na cota do IPVA 2022. 

E recuou.

Nesta semana, a Secretaria de Estado da Fazenda decidiu tirar do cálculo do imposto o custo dos veículos causado pela falta de insumos, anunciando desconto de 20%.

Mas isso só ocorreu despois do desgaste nacional sofrido por Flávio Dino, apresentado como governador  de um dos estados que mais aumentaram o IPVA para 2022.

Não é de hoje que Flávio Dino tenta amenizar a imagem de cobrador de impostos, o que desgastou sua imagem ao longo dos últimos anos.

Essa tentativa de afastar o título de governador do “mais  Impostos” foi, inclusive, revelada no blog Marco Aurélio D’Eça, em setembro, no “Flávio Dino quer amenizar imagem de governador do ‘Mais Impostos’”.

A preocupação do socialista é com a eleição.

É o secretário Ricardo Capelli quem tem a missão, inglória, de tirar de Flávio Dino a imagem de cobrador de cada vez mais impostos

Em queda livre nas pesquisas de intenção de votos para o Senado, e às vésperas de deixar o Palácio dos Leões, Dino tem hoje um perfil que desagrada a classe política, empresários, formadores de opinião e a própria classe trabalhadora.

E tudo isso compromete a imagem nacional que ele tenta construir.

Por isso o recuo no aumento do IPVA…

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.