O presidente da Organização Brasileira das Cidades Patrimônio Mundial, ex-prefeito de São José das Missões (RS) e consultor da Confederação Nacional de Municípios, Mário Nascimento, abriu o 8º Encontro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial, em São Luís, nesta quinta-feira, 9, na Fábrica Santa Amélia, informando sobre algumas ações do Plano Nacional de Gestão Turística do Patrimônio Cultural do Brasil.

O encontro é promovido pela OBCPM com apoio da Famem, prefeitura de São Luís, Sebrae entre outras entidades governamentais e não-governamentais.

Segundo Mário nascimento, a Organização busca a integração entre as cidades históricas para fortalecer o movimento e despertar no governo interesse sobre o potencial dos municípios.
Nascimento adiantou algumas ações estratégicas dessa integração, como nova sinalização turística e divulgação dos destinos em feiras internacionais por meio da Embratur.

Esta é a segunda vez que São Luís sedia o encontro. Na gestão do prefeito Tadeu Palácio foi realizado o primeiro encontro na capital maranhenses. Nesta edição de retomada, o encontro foi aberto pelo prefeito Eduardo Braide (Podemos).

Segundo esclareceu o consultor da CNM, Mário Nascimento, para viabilizar recursos junto a parceiros, a OBCPM foi até o Tribunal de Contas da União, TCU, apresentando uma relação de demandas com relação a investimentos nas cidades patrimônio mundial.

Com os recursos angariados junto a parceiros serão realizadas obras de à infraestrutura, saneamento básico e promoção turística das cidades históricas e patrimônio da Humanidade tombnadas pela Unesco.

“O TCU entendeu essa reivindicação e aprovou um acórdão, após auditorias em todas as cidades brasileiras patrimônio mundial, verificando uma série de problemas nessas cidades”, disse Nascimento.

O acórdão da Corte de contas recomenda ao Governo federal a elaboração do Plano Nacional de Gestão Turística do Patrimônio Cultural do Brasil.

Em 2019, o presidente Jair Bolsonaro assinou decreto determinando o cumprimento desse acórdão, criando então o Plano.

A partir de então as parcerias se concretizaram com recursos para ações voltadas a sinalização turística e centro de interpretação do patrimônio mundial. São Luís será uma das primeiras cidades a criar este centro a partir de doação de prédio pelo Sebrae-MA.

Mário Nascimento considera o centro de referência histórica um referencial fantástico para estas cidades. Os recursos para ações desta natureza são conseguidos de patrocínio para a OCBPM que apresenta projetos para todas as cidades filiadas. “Esse é um projeto estratégico para o Brasil”, resume.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

O Blog do Domingos Costa confirmou agora a noite que o empresário Sandro Schons não resistiu a ...
Leia Mais
Em um grande reunião realizada neste sábado (13), em São Luís, o líder político Dr Hilton ...
Leia Mais
No município de Peritoró, Região dos Cocais, os produtores rurais já estão sentindo os efeitos do ...
Leia Mais
ATUAL 7 Desembargadores da Primeira Câmara Criminal da corte entenderam que Vara de Organizações Criminosas não ...
Leia Mais
Uma tentativa de assalto na Avenida Contorno Leste, no bairro Cohatrac, em São Luís, na manhã ...
Leia Mais

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.