Em eleição realizada nesta sexta-feira, dia 1º, foram escolhidos os novos integrantes do Conselho Superior do Ministério Público do Maranhão, para o mandato do biênio 2021/2023. E confirmou a liderança do Procurador Geral de Justiça, Eduardo Nicolau, homem de diálogo e elogiado à frente da PGJ, além da votação expressiva, com 98,7% dos votantes.

Foto Divulgação

A chapa vencedora é formada por cinco procuradores que comungam das mesmas diretrizes aplicadas pelo procurador Nicolau, que cumprimentou a todos e desejou sucesso no cumprimento do mandato como integrantes do Conselho Superior do Ministério Público do Maranhão.

Por ordem de votação, os eleitos para o colegiado foram os procuradores de justiça Joaquim Henrique de Carvalho Lobato, com 201 votos; Regina Maria da Costa Leite, 195; Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro, 175; Mariléa Campos dos Santos Costa, 170; Lize de Maria Brandão de Sá Costa, 147.

Como suplentes, ficaram os procuradores de justiça Francisco das Chagas Barros de Sousa, com 145 votos; Domingas de Jesus Fróz Gomes, 140; Carlos Jorge Avelar Silva, 120; e Marco Antonio Anchieta Guerreiro, 108.

Formada pelos procuradores de justiça Teodoro Peres Neto (presidente), Themis Maria Pacheco de Carvalho e Maria Luiza Ribeiro Martins (como titulares) e Selene Coelho de Lacerda (como suplente), a comissão eleitoral coordenou todo o processo.

O presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão, Gilberto Câmara Júnior, também acompanhou o resultado e parabenizou os eleitos.

COMPOSIÇÃO DO CONSELHO SUPERIOR

O Conselho Superior do Ministério Público (CSMP) é composto por sete membros, sendo dois natos – o procurador-geral de justiça e o corregedor-geral do Ministério Público –, e cinco procuradores de justiça eleitos por membros da instituição, para um mandato de dois anos.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.