Com o passaporte garantido para uma candidatura com chances reais de voltar ao Senado Federal pelo Amapá, o ex-presidente da República, José Sarney, trocou tudo pelo Maranhão. Quer a todo custo a volta da filha Roseana Sarney ao cargo de governadora.

Líder nas pesquisas para o Senado pelo Amapá, Sarney decidiu se afastar em definitivo do parlamento, mas pretende exercer influência na República, qualquer que seja o eleito presidente agora em 2018. Mas ele vai ficar mesmo no Maranhão coordenando a campanha da filha.

Sarney vai usar de toda influência junto ao governo federal para fazer uma gestão paralela aqui no Maranhão. Vai trazer o governo de Michel Temer pra cá e bloquear todas as ações que pode ser em convênio com Brasília e Maranhão.

Portanto, como disse o deputado federal José Reinaldo tavares, a disputa não acontecerá com Roseana, mas será entre Sarney e Flávio Dino. Além de Roseana, o pai tem a obrigação de eleger outro filho, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho que quer ser senador.

Na disputa, para quem conhece os métodos de Sarney, vale tudo.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.