Ascom/PMSLZ

João Castelo. Foto: ItevaldoJoão Castelo. Foto: Itevaldo

O prefeito de São Luís, João Castelo, assina, nesta quinta-feira (10), às 17h, a ordem de serviço que autoriza o início das obras na Fonte do Ribeirão e mais 48 ruas do Centro Histórico da cidade. As obras têm o objetivo de melhorar a estrutura histórica do local, assim como garantir a segurança de pedestres e acessibilidade a pessoas com deficiência.

A revitalização da Fonte do Ribeirão consistirá na restauração da pintura, pedras, calçamento, fonte e iluminação artística do local, dando ênfase ao turismo noturno. A obra é resultado de convênio firmado com o Ministério do Turismo a partir de emenda do deputado federal Pinto Itamaraty e será executada pela Secretaria Municipal de Turismo (Setur).

A Fonte foi construída em 1796 pelo governador Dom Fernando Antônio de Noronha e está situada entre as ruas dos Afogados e das Barrocas. Desde 1950, é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Além da fonte, a Prefeitura ainda realizará melhorias em mais 48 ruas do Centro Histórico. Nas vias, serão realizadas obras de demolição e reconstrução de meio-fio, sarjetas, bocas de lobo, limpeza e desobstrução de galerias, reordenamento de pedras no calçamento e ruas. A responsável pelas obras será a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp).

Aliam-se a estas ações, atividades que já acontecem no Centro Histórico, considerado o cartão postal de São Luís, como melhoria de iluminação com troca de lampiões quebrados e instalação de novos, iluminação artística nas já restauradas Feira da Praia Grande e Pedra da Memória.

Ainda são realizadas lavagens de alta pressão em ruas e logradouros e a coleta de lixo foi intensificada com a criação de uma equipe especial para o Centro Histórico.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.