A colunista da Folha de São Paulo, Mônica Bergamo reproduziu ontem trechos do que escreveu a desembargadora Marilia Castro Neves, do Rio de Janeiro, sobre o assassinato da vereadora Marielle Franco (foto abaixo) do Rio de Janeiro . A magistrada diz que a política “estava engajada com bandidos” e ainda considerou tentativa da esquerda de “agregar valor a um cadáver comum quanto qualquer outro”.

Na reprodução de um comentário da desembargadora em texto publicado nas redes sociais pelo advogado Paulo Nader, a colunista escolheu trechos mais picantes, como diz que Marielle estava engajada com bandidos e que teria sido eleita pelo Comando Vermelho, “com quem transacionava”.

A autoridade judiciária diz que “a minha questão não é pessoal. Eu só estava me opondo à politização da morte dela. Outro dia uma médica morreu na Linha Amarela e não houve essa comoção. E ela também lutava, trabalhava, salvava vidas”, afirma.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.