O prefeito de São Luís, Eduardo Braide, informou hoje ao quadro “Bastidores”, do programa Bom Dia Mirante, a solução encontrada para encerrar hoje o quinto dia de greve do rodoviários. Ele vai criar um programa para pagar as passagens de desempregados, injetando mais recursos nos cofres do sistema de transporte.

Detalhe: a Prefeitura de São Luís, ao que parece, vai arcar sozinha com as despesas para evitar o aumento das tarifas neste momento em que a pandemia ainda não acabou no Brasil.

Além de São Luís, a nova ação social vai beneficiar as passagens de três municípios: Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar, que são de competência da MOB, órgão do Governo do Estado do Maranhão.

Flávio Dino se fingiu de morto o tempo todo da greve e, ao que parece, não ajudará em nada a prefeitura da capital para assumir sua responsabilidade sobre as três cidades. Ou será que as prefeituras beneficiadas por essa nova medida irão ajudar os cofres de São Luís e bancar o programa social?

A reunião, conforme Eduardo Braide, está previstas para o período da tarde e ele espera que trabalhadores e patrões possam aceitar a proposta e devolver a normalidade ao sistema de transporte público da Grande Ilha.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.