Pela primeira vez na história cultural da Princesa do Sertão, Caxias realiza um São João do “cu pelado”, termo utilizado para os bois fracos, com pouca ornamentação, sem grandes atrações para o público. A Vila Junina chorou. 

A Prefeitura de Caxias alega que o Ministério Público não permitiu as grandes atrações que o poder público sempre ofereceu para a cidade nos períodos juninos. 2020 e 2021 teve razão de ser, foram anos de plena pandemia.

Agora, em 2022, ano eleitoral, com a pandemia mais controlada, na cidade não tem registros de mortes e pouquíssimos casos de covid apresentados. Ainda assim, o MP jogou pesado não permitindo que Caxias apresentasse ao seu público e aos turistas grandes atrações.

O jeito mesmo foi ter que se enquadrar à ditatura do MP e apresentar o “boi do cu pelado”.  Uma tristeza para o público e uma grande decepção para a cidade, que tem raízes culturais fortíssimas no Maranhão.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.