Cinco vereadores do município de Vitória do Mearim foram presos hoje, quarta-feira (05) numa operação do Gaeco por tentativa explícita de extorsão contra a prefeita da cidade, Didima Coelho. Eles queriam receber R$ 320 mil para não abrir uma CPI que visava cassar o mandato da prefeita. 

Além de busca e apreensão na casa dos vereadores George Maciel, Marcelo da Colônia e Bena, foram executadas prisões temporárias dos vereadores Hélio Vagner, Oziel, Nego Mauro, José Mourão e Raimundo Nonato Martins, que foram encaminhados para o Presídio de Pedrinhas.

Contra eles pesa a acusação de crime de extorsão feita pelo marido da prefeita, o promotor público aposentado, Almir Coelho. Ele tem gravações dos vereadores pedindo R$ 320 mil para barrar o pedido de CPI contra a prefeita. O vereador Bena teria pedido sozinho R$ 100 mil.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.