Bastante conhecido nos meios policiais de outros grande estados, inclusive Brasília, foi preso hoje, quinta-feira (23) o golpista Carlos Roberto Melo Padro tentando fazer negócios com a Embaixada da China no Brasil,  tentando se passar pelo senador Weverton Rocha (PDT).

O mandado de prisão preventiva e de busca e apreensão contra Prado Carioca, como é mais conhecido o estelionatário,  foi cumprido na manhã de hoje em uma residência no Bairro da Forquilha.

Respondendo vários processos por estelionato, ele utilizou o nome do empresário Fernando Sarney, dono da Sistema Mirante de Comunicação e vice-presidente da CBF para aplicar golpe pedindo recursos ao então presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes. Padro acabou sendo preso.

Antes, porém, usou o nome do então senador Epitácio Cafeteira, ex-governador do Maranhão, para obter patrocínios da Petrobrás para uma agência sua de atividades culturais e também foi denunciado e preso.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.