Desde quarta-feira que o assunto em só um em Balsas: suposta traição do prefeito, o médico Erik Silva, que estaria em um motel quando a esposa chegou e caiu de balas, obrigando o homem a ficar correndo de um lado pra outro só de cuecas.

Nas ruas, avenidas, becos, botecos, nas feiras, firmas e lares ninguém fala outra coisa. Uns confirmam que o assunto é real, mas não existe nada oficial porque não houve até agora nenhum registro na delegacia. Se, por acaso, ocorreu, houve uma operação abafa.

A questão teria ocorrido numa quarta-feira, dia 17, um dia antes de um grande evento festivo que teve várias atrações nacionais, a exemplo do cantor Jonas Esticado. Erik, segundo rola na cidade, estaria na Pousada El Dorado com uma moça de família tradicional que estava morando em São Paulo e retornou.

Contam nas redes que a primeira dama, que é candidata a deputada estadual, teria chegado armada e como não tem costume de atirar, as balas saíram por todos os lados. O prefeito desmentiu e ainda chegou a oferecer uma recompensa para quem indicasse quem espalhou a suposta informação.

Nos dias seguintes, 18, 19 e 20, datas do evento, a primeira dama não compareceu ao local acompanhada do marido e teria ido para Brasília. Enquanto isso, Erik Silva (camisa listradas) aproveitou a festança e cantou todas, como mostra a imagem abaixo:

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.