Depois de 47 anos de existência, a UFMA vai criar, oficialmente, a tão esperada Casa do Estudante.

Este foi o resultado da pressão dada pelos estudantes e professores, que realizaram inúmeras manifestações bloqueando a entrada de acesso à UFMA, em prol da construção.

A Reitoria da Universidade Federal do Maranhão anunciou a bem-feitoria durante uma entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (3).  O prazo para a apresentação do projeto será feito nos próximos 60 dias. Em seguida, o edital deve ser publicado, no prazo de 90 dias, para que as obras tenham início.

Para a construção da Casa do Estudante, o reitor Natalino Salgado baixou uma resolução ad referendum, criando uma residência universitária como uma unidade suplementar e órgão auxiliar da administração superior que vai para o Conselho Universitário. A resolução aprova e cria a construção de um imóvel destinado para a residência dentro da cidade universitária, como é da vontade dos alunos.

Para os estudantes, o prédio que deveria estar abrigando universitários foi construído, na gestão anterior de forma ilegal, sem passar pelo Conselho Universitário e sem ter orçamento para isso.

O reitor Natalino Salgado Filho voltou a informar que o prédio deverá abrigar o Centro Multidisciplinar de Assistência Estudantil, cujo objetivo é dar atenção integral aos estudantes tais como assistência médica, odontológica, psicológica, pedagógica e cultural.

Após uma conversa com os estudantes, o reitor se comprometeu em alugar, temporariamente, um imóvel para os estudantes que necessitarem, até que a UFMA consiga adquirir, permanentemente, outra residência no Centro Histórico da Cidade.

A Reitoria relatou que prédio não tem condição nenhuma para ser transformado em Residência Estudantil, já que o prédio está reformado para atender o Centro de Assistência Estudantil.

Acompanhe o Blog do Luis Cardoso também pelo Twitter™ e pelo Facebook.